Depois de enfrentar algumas turbulências no decorrer da temporada, o São Paulo parece estar reencontrando o seu melhor futebol – e resultados – na reta final de 2020. 

Com dois jogos a menos que a maioria dos times que disputam o Brasileirão, o São Paulo vem mostrando um bom futebol, com uma equipe coesa e bem estruturada. O time está um ponto atrás do atual líder, Atlético-MG e, se vencer a próxima partida contra o Goiás o tricolor assumirá a primeira colocação, que perdeu pela última vez em 30 de setembro de 2018.

Daniel Alves chamando os companheiros de equipe.

Escale agora seu time no SPM 365

Números do São Paulo

  • melhor aproveitamento de pontos: 66,7%;
  • soma 13 jogos de invencibilidade, com seis vitórias e sete empates. A última derrota foi no dia 3 de setembro, para o Atlético-MG, por 3 a 0;
  • está na terceira posição, com 36 pontos, dois a menos do que o líder Atlético-MG;
  • tem três jogos a menos do que a maioria das outras equipes;
  • engatou a terceira virada de jogo seguida na competição: Flamengo (4 a 1), Goiás (2 a 1) e Fortaleza (3 a 2).

A boa fase do técnico Fernando Diniz contribui bastante para o sucesso da equipe. Desde Edgardo Bauza, em 2016, Diniz é o técnico com o melhor aproveitamento no Campeonato Brasileiro dentre os que passaram pelo clube. Ele supera nomes como o de Diego Aguirre (58,6%), Rogério Ceni (33,3%) e Cuca (55,6%).

Após um início de ano conturbado, com eliminações no Campeonato Paulista para o Mirassol, na fase de grupos da Libertadores e na Sul-Americana para o Lanús, o time parece ter encontrado novamente o seu futebol.

A volta por cima: Arboleda e Bruno Alves

Os dois zagueiros foram os pilares do Tricolor em 2019, mas caíram de rendimento em 2020 e deixaram de ser unanimidades. A dupla foi sensação em 2019, juntos deixaram o São Paulo com a melhor defesa do campeonato: foram 30 gols sofridos em 38 jogos disputados. Neste ano, eles começaram como titulares, mas viveram momentos de instabilidade e perderam prestígio com Fernando Diniz em determinado momento da temporada.

Após a partida contra o Mirassol pelas quartas de final do Campeonato Paulista, junto a irregularidade no Brasileirão, Fernando Diniz foi obrigado a modificar a defesa. Léo e Diego Costa começaram a se destacar no jogo após jogo e se tornaram a esperança do São Paulo para retomar os caminhos das vitórias na temporada. 

Depois das sete partidas sem vitórias no Campeonato Brasileiro e na Libertadores, Bruno Alves retornou ao time titular ao lado de Diego Costa e a parceria rendeu bons momentos, como a classificação para as semifinais da Copa do Brasil e a consolidação do time na briga pelo título do Brasileirão.

Porém, Diego Costa teve uma queda de rendimento e deu lugar a Léo no time titular. Diego ainda jogou contra o Ceará, mas cumpriu suspensão na partida seguinte, abrindo espaço novamente para Arboleda, que na partida contra o Bahia foi um dos melhores em campo. Além da segurança na defesa, fez o segundo gol da vitória por 3 a 1.

Grande fase de Reinaldo

Líder de assistências, Reinaldo vive melhor fase no São Paulo. O Lateral-esquerdo completou 250 jogos pelo Tricolor no último sábado, contra o Bahia. Com seis gols, o lateral-esquerdo já igualou 2019, seu ano com mais gols no Tricolor, e atualmente é o líder de assistências do elenco (11).

Na vitória por 3 a 1 sobre o Bahia, ele participou diretamente dos três gols (dois de Luciano e um de Arboleda) e foi elogiado. Durante o período em que o São Paulo acumulou a eliminação no Campeonato Paulista e fez um início ruim de Campeonato Brasileiro, Reinaldo foi um dos principais alvos da torcida. O pedido era que Léo assumisse a posição.

Porém, o técnico Fernando Diniz apostou na permanência do lateral como titular e passou a utilizar Léo como zagueiro pelo lado esquerdo do campo. O jogador perdeu a posição para Bruno Alves, e Reinaldo seguiu no time titular. Nas últimas partidas ele tem provado seu lugar, ofensivamente é muito bom, seu problema é quanto a marcação e recomposição.

Próximos desafios

O clube possuí um dos melhores desempenho como visitante. Atrás apenas do Flamengo, mas se vencer contra o Goiás, além de ultrapassar o rubro negro assume também a liderança do Brasileirão.

O jogo deveria ter acontecido na abertura do campeonato, em agosto, mas foi adiado em cima da hora por causa de um surto de Covid-19 no elenco do Goiás. Naquele dia, o São Paulo chegou a entrar em campo para a partida antes de ela ser adiada.

Em caso de triunfo, o Tricolor vai aos 22 pontos conquistados como visitante e ultrapassa o Flamengo, que soma 19. O aproveitamento da equipe comandada por Fernando Diniz pode ir aos 61,1%, contra 60,6% do clube carioca.

Os últimos dois jogos do São Paulo foram fora de casa, com um empate diante do Ceará e vitória contra o Bahia, por 3 a 1. Até aqui são cinco vitórias quatro empates e duas derrotas – as únicas em todo o torneio.

O técnico Fernando Diniz, após dois meses, terá todos os seus principais jogadores à disposição. Bruno Alves, cortado das duas últimas partidas por precaução, por ter mantido contato com uma pessoa diagnosticada com Covid-19, pode voltar. Diego Costa, suspenso contra o Bahia, também.

No fim de semana, o São Paulo encerra maratona de três jogos fora e recebe o Sport, no Morumbi, pela 24ª rodada. Se vencer os dois jogos e chegará aos 47 pontos.

Quem você acha que leva o Brasileirão 2020? Conta pra gente! Não esqueça de escalar seu time no SPM 365