No principal jogo da 18ª rodada, o Inter dominou no primeiro tempo. Na etapa complementar, foi o Flamengo quem ditou as regras dentro de campo.

Se ainda existia alguma dúvida sobre o Flamengo ser ou não candidato ao título do Brasileirão, o jogo de ontem resolveu a questão. Diante de um Inter que passa por um momento espetacular, o vice-líder começou sendo dominado, mas tomou as rédeas do jogo e conquistou o empate no fim.

Primeiro tempo

Nos primeiros 45 minutos, o Inter manteve um ritmo insano. Subiu as linhas de marcação e apertou a saída de bola do Flamengo. Daí, inclusive, saíram os dois gols colorados que levaram o Inter para o intervalo com vantagem no placar.

Aos 7′, Isla perdeu a bola para Patrick, que invadiu a área e rolou para Abel Hernandez abrir o placar. Aos 25′, Gustavo Henrique foi pressionado por Abel Hernández e recuou mal para Hugo Souza. No meio do caminho, estava o artilheiro do campeonato, que interceptou o passe o mandou para o fundo das redes. Esse foi o 14º gol de Thiago Galhardo.

Mas os visitantes responderam. Pedro, artilheiro do Flamengo, tinha empatado o jogo aos 11′ num belo chute de fora da área. O atacante conduziu a bola em velocidade desde o meio do campo e, da meia-lua, bateu rasteiro no canto esquerdo de Lomba, que ficou estático.

O resultado parcial de 2×1 era uma importante vitória para o Colorado, que, mesmo com apenas 33% de posse bola, foi inegavelmente superior. E, sem dúvidas, a efetividade da marcação feita no campo do Flamengo foi fundamental para isso.

Segundo tempo

O Inter tinha tudo para destruir o Flamengo se o fator cansaço não tivesse pesado tanto. Além disso, o resultado favorável também contribuiu para o que o time mudasse de postura e recuasse a marcação na segunda metade da partida.

Com mais espaço para trabalhar a bola e com um Inter que já não agredia como antes, o Flamengo foi para cima com toda a sua força ofensiva para conseguir buscar o gol de empate. E, mesmo com desfalques importantes, o clube da Gávea conseguiu tomar o controle do jogo e criar muitas chances.

Foram cinco oportunidades claras de gol, mas o Inter se segurou do jeito que deu e contou até com a sorte para não tomar o segundo gol. Até que, aos 49′ do segundo tempo, Éverton Ribeiro, nossa dica da rodada, desviou o cruzamento de Gérson e fez a bola morrer no canto esquerdo de Lomba.

Resultado justo

O empate, diante do que os dois times produziram, foi um resultado justo, já que as equipes tiveram um desempenho geral muito bom por mais que tenham oscilado muito entre o primeiro e o segundo tempo.

Por um lado, o Inter mostrou ser um time valente, que consegue ter um futebol consistente mesmo com as limitações de elenco. Com o mata-mata da Libertadores e a Copa do Brasil, talvez o time Colorado sofra por não ter peças de reposição tão boas quanto os titulares.

Pelo outro lado, o Flamengo mostrou que reencontrou o bom futebol do ano passado e seu elenco versátil pode ser um fator decisivo na briga pelo título do Brasileiro. Mas, enquanto não sabemos quem será o campeão, resta a nós apreciar o belo futebol que esses dois times têm apresentado.

O que você achou do jogo? Conte para nós nos comentários