Fala, fã do esporte! Tudo bem!? Neste post vamos fazer uma breve análise das equipes do Brasileirão 2020 e tentar entender o porquê da quantidade de empates e do baixo nível apresentado pela maior parte das equipes da competição. Já fez sua escalação no SPM 365? Não fique de fora e ganhe muitos prêmios em dinheiro.

Chegamos à 13ª rodada do Brasileirão 2020 e apenas um time se desponta dos outros, o Atlético MG que, graças ao grande trabalho do técnico Sampaoli, tira leite de pedra. Apesar de bons nomes no elenco, o treinador argentino mostra toda a sua capacidade ao fazer o time jogar um futebol mágico em alguns momentos e, por isso, faz do Galo um ponto fora da curva entre as outras equipes.

Veja aqui a nossa análise do Brasileirão 2020 e as nossas expectativas para as equipes em 2020.

Os números do Brasileirão 2020

O Brasileirão 2020 chega a sua 14ª rodada e vem apresentando números interessantes, principalmente a quantidade de empates e a baixa quantidade de gols até então.

Jogos: 125
Gols: 299
Média: 2,39

Vitórias em casa: 53 (42%)
Vitórias fora: 30 (24%)
Empates: 42 (34%)

Destas 125 partidas, 27 terminaram em 1×1 e o Atlético MG é a única equipe que tem a média de 2 gols por partida. Muitos atribuem o baixo nível do campeonato ao calendário apertado devido à pandemia de COVID-19, que desgasta ainda mais mais as equipes que disputam mais de uma competição.

Alguns times surpreenderam negativamente e têm deixado suas torcidas preocupadas, são eles:

  • Corinthians: O técnico Tiago Nunes não conseguiu repetir o belo trabalho feito no Athletico PR. Muito pelo contrário, Nunes montou uma equipe com muitas deficiências tanto defensivas quanto ofensivas e, mesmo com o vice no Paulistão, o técnico não conseguiu sustentar seu cargo no timão com o aproveitamento de apenas 47,6% em toda a sua passagem pelo Parque São Jorge. Logo após a saída de Tiago Nunes, o treinador Coelho assumiu interinamente e também não vem apresentando grandes números. Até agora, no Brasileirão, o aproveitamento do Timão é de apenas 35.9%, o que lhe rende a modesta décima quarto posição na tabela.
  • São Paulo: Após a eliminação precoce da Copa Libertadores da América, o São Paulo perdeu o caminho da vitória. Depois do empate em 1×1 com o Coritiba, na última rodada, o tricolor acumula 7 jogos sem vencer, o que colocou na berlinda o cargo do treinador Fernando Diniz. O São Paulo ainda pode disputar a Copa Sul-americana, dependendo apenas de si para se classificar, o que seria a salvação do seu ano. O aproveitamento do tricolor no Brasileirão é de 55.6% e ele é o sétimo colocado.
  • Bahia: Após uma boa campanha no estadual resultando no título da competição, o Bahia se desestruturou de uma forma inesperada. A derrota por 5×3 para o Flamengo resultou na demissão do técnico Roger Machado que, em sua passagem pelo tricolor de aço, enfrentou altos e baixos. Para seu lugar foi chamado o multicampeão Mano Menezes, porém ele ainda não conseguiu dar corpo à equipe, que vem caindo pela tabela. O aproveitamento de 30.8% escancara a situação difícil do Bahia.
  • Grêmio: O time gaúcho está perigosamente próximo a zona de rebaixamento devido à grande quantidade de empates (8 no total). O técnico Renato Gaúcho se apoia no fato da equipe estar disputando outras competições que considera mais importantes, como a Copa Libertadores da América e a Copa do Brasil. Porém, a cada rodada as equipes vão se distanciando, o que pode tornar difícil a recuperação do tricolor gaúcho na competição. O aproveitamento do Grêmio é de 38.9% até o momento.
  • RB Bragantino: Após um alto investimento da empresa austríaca, o RB Bragantino não consegue se firmar na competição. Muito instável e dependente do talento individual de seus jogadores, a equipe vem desperdiçando muitos pontos, cedendo empates ou mesmo sendo derrotado por clubes consideravelmente mais “fracos”. Agora o time de Bragança Paulista aposta na troca de comando que. após a saída de Felipe Conceição , trouxe Maurício Barbieri.

Também tivemos surpresas interessantes neste começo de campeonato:

  • Sport: O leão de Recife tem apresentado um futebol muito regular e está a 3 pontos do segundo colocado. Com um time sem nomes badalados (apesar da contratação do meia Thiago Neves) o Sport apresenta um futebol coeso e taticamente aplicado, tudo isso graças ao trabalho do técnico Jair Ventura, que está se reinventando.
  • Atlético GO: Você deve estar se perguntando: “Mas o Atlético GO está no meio da tabela!?” Pois bem, apesar da posição no Brasileirão 2020, a equipe do técnico Vagner Mancini tem apresentado um futebol consistente e vem dificultando a vida dos times do alto da tabela, como foi o caso da vitória por 3×0 sobre o Flamengo.

E você fã do esporte? Qual a sua opinião sobre o Brasileirão de 2020? Quem é favorito e quem pode ser rebaixado?
Não deixe de escalar agora a sua equipe no SPM 365 e ganhar muitos prêmios em dinheiro!