Com desempenho muito abaixo do esperado, os comandados de Klopp assistiram ao Watford, vice-lanterna, desfilar em campo e aplicar uma incontestável goleada de 3×0

Quem esperava pelo jogo entre Watford e Liverpool, certamente pensou que seria mais uma exibição de gala do campeão virtual. Invictos desde o início da atual temporada da Premier League, os Reds enfrentariam o 19º colocado da tabela e eram francos favoritos a sair de campo com mais 3 pontos. Mas a história foi bem diferente.

View this post on Instagram

😍 @ismaila_sarr_18 😍

A post shared by Watford FC (@watfordfcofficial) on

Desde o começo do jogo, o Watford não deu moleza para os visitantes e líderes do campeonato. Nos 45 minutos iniciais, o Liverpool não conseguiu acertar sequer um chute no gol e os donos da casa chegaram algumas vezes com perigo – não criaram chances claras de gol, mas a defesa levou alguns sustos.

Na etapa complementar, o Liverpool chegou a esboçar uma reação aos 7′ com um chute cruzado de Robertson. Mas logo no minuto seguinte o Watford respondeu e abriu o placar: Doucouré recebeu a bola numa cobrança de lateral e Van Djik não fez nada para impedir que o jogador cruzasse para o meio da área; a bola encontrou Sarr que só empurrou para o fundo da rede. Lance de rara apatia do zagueiro que foi considerado por muitos o melhor jogador do mundo de 2019.

6 minutos depois, Deeney tentou evitar a saída da bola pela linha de lado e acabou dando um passe açucarado para Sarr. Van Djik estava no lance, mas logo no momento anterior ao passe, estava de braços abertos reclamando que a bola teria saído. Se estivesse mais concentrado no lance, talvez teria reagido mais rápido e poderia ter alcançado o atacante. Com o caminho livre, Sarr conduziu até a área e encobriu Alisson.

No terceiro gol, foi Alexander-Arnold quem falhou. O lateral, também um dos melhores do mundo na posição, recuou mal a bola para Alisson. Sarr interceptou o passe dentro da grande área e rolou para Deeney, que chutou para o gol vazio.

Já conhece o SPM 365? Faça seu cadastro e venha escalar com a gente!

Recordes não quebrados

Se vencesse, o Liverpool chegaria à marca de 19 vitórias consecutivas e estabeleceria o novo o recorde da Premier League. Como perdeu, continua dividindo a maior sequência de vitórias com o City, já que ambos têm 18 triunfos seguidos.

Os Reds também desperdiçaram a chance de se igualarem ao histórico Arsenal de 2003/04 (com Henry e companhia), que faturou o título da Premier League sem perder um jogo sequer e alcançou 49 partidas de invencibilidade (o Liverpool ficou invicto por 44 duelos).

Que o Liverpool já é campeão ninguém nega (o time precisa de 4 vitórias em 10 jogos), mas essa derrota inesperada e bizarra deixou a conquista um pouco menos brilhante.

Cadastre-se no SPM365
Cadastre-se no SPM365