Os confrontos pela Copa América começam nesta sexta (14/06), por isso vamos analisar as estratégias táticas do Grupo A, confira!

Brasil

Com o desfalque de um dos principais jogadores da Seleção, o Brasil precisa jogar um bom futebol para ganhar a competição em casa.

Pouco antes da Copa do Mundo, Tite buscou um ataque mais “posicional”, que dá menos liberdade para mudanças de posição, mas ajuda a criar espaço e profundidade.

Nas últimas partidas, os jogadores da frente puderam ter uma movimentação mais solta, porém com boas trocas de passes curtos e triangular pelos lados.

Na parte defensiva o Brasil segue muito eficiente, no campo de ataque marca forte e adianta suas linhas, forçando o adversário a jogar pelas laterias.

A linha defensiva também consegue boas recuperações e dificilmente erra o posicionamento. O “perde pressiona” é muito intenso também, recuperando a bola em zonas avançadas.

A formação tática depois da lesão de Neymar, é o que pode variar, com Gabriel Jesus deslocado para a esquerda e Paquetá ganhando mais espaço no meio, ela pode alterar de 4-1-4-1 para o 4-2-3-1.

Venezuela

A Venezuela é uma seleção em evolução em meio a tantos conflitos políticos e sociais vividos no país nos últimos tempos. Com a subida de produção a cada ano, os Vinotintos chegam bem competitivos.

Com uma seleção com o foco em contra-ataque , sempre posicionada em um 4-1-4-1, a equipe tem muita intensidade para pressionar a bola no meio do campo.

Com uma marcação setorial, cada jogador defende seu espaço dentro do campo. O centro do campo é sempre bem defendido pela três volantes com o posicionamento correto.

As transições entre o ataque e a defesa tem como maior preocupação recompor o desenho tático, com apenas um jogador pressionando a saída de bola, para tentar atrasar o contra-ataque rival.

Com um jogo muito veloz, o time explora os passos em profundidade e tentam aproveitar dos erros dos adversários para uma definição.

Peru

Depois de um bom período, conseguindo duas boas campanhas na Copa América e uma classificação para o Mundial, que não acontecia há mais de trinta anos a Seleção Peruana vem com uma pegada diferente.

Com a união da boa fase e um de elenco que trabalha junto há quatro anos, a equipe peruana consegue a se adaptar aos diferentes estilos de jogos dos adversários.

Tendo sempre a preferência pela posse de bola, o Peru consegue impor seu jogo com troca de passes curtos e boa movimentação dos jogadores. A proposta do time é concentrar o jogo no meio do campo e deixar a amplitude para os laterias.

Na defesa, a equipe tem maiores problemas para montar a última linha defensiva, costuma marcar em bloco médio, com algumas subidas da linha de marcação, buscando contra-ataques e intensidade.

Bolívia

A Seleção é uma das maiores incógnitas do campeonato, o trabalho atual técnico, Villegas, só pode ser observado em três jogos.

Apesar do pouco tempo de observação, é possível perceber um futebol, reativo, ou seja, preza pouco pela posse de bola, tenta se defender em linhas compactas e busca a surpresa dos conta-ataques.

Exitem correções para serem feitas urgentes para que a estratégia dê certo. Como por exemplo o comportamento e “pegada” do time sem a posse de bola. Os bolivianos dão muita liberdade, aí a proposta do contra-ataque fica comprometida.

Os erros de posicionamento e cobertura também são urgentes, dessa forma comprometem o sistema de marcação setorial, onde cada jogador controla a marcação no seu setor.

A parte ofensiva, se mostra diferente do que estamos acostumados a ver da La Verde. Antigamente, a aposta era no jogo direto, ligação ataque defesa, sem muita elaboração e troca de passes.

Com o meio campo reforçado com o destaque do time Marcelo Moreno, a equipe busca trabalhar a bola com mais calma, visto que não possui também jogadores de muita explosão para o estilo anterior.

No meio campo a equipe joga bem e sabe trabalhar a bola, mas no ataque a parte criativa fica comprometida e sofre com problemas para finalizar.

E aí? Já fez sua escalação para a Copa América? Não se esqueça da promoção para a Copa América com 100% de bônus no depósito e vem escalar com a gente!

Cadastre-se grátis no SPM365