Algumas vezes é difícil ter sangue frio e contornar a situação, confira alguns casos de técnicos que perderam a linha durante uma partida!

Diego Simeone

Nas oitavas de final da Champions League 2018/19, o Atlético de Madrid enfrentou a Juventus. O treinador do time espanhol, após gol de Godín, fez gestos obscenos em direção a torcedores. O jogo terminou em 2xo para o Atlético.

Após o ato viralizar, Diego pediu desculpas por meio das suas redes sociais pelo gesto:

“Quero pedir desculpas mais uma vez pelo que fiz no dia do jogo, às pessoas que se ofenderam com o gesto do outro dia que, claramente, foi uma má expressão do que senti pelos meus jogadores, e em não há tempo para a Juventus. “

O Atlético de Madrid conseguiu um acordo com o Comitê de Controle e Disciplina da UEFA em relação a punição. O argentino não recebeu nenhum jogo de punição, mas teve que pagar uma multa de 20 mil euros.

Carlo Ancelotti

Depois do empate por 1×1 entre Bayern de Munique e Hertha Berlim, na Bundesliga em 2017, o técnico Carlo Ancelotti, então treinador do Bayern de Munique, foi flagrado pela emissora de TV ZDF mostrando o dedo do meio em direção à arquibancada do Estádio Olímpico, na capital alemã. 

Ancelotti mostrando o dedo para torcida.

Não esqueça de escalar seu time no SPM365.

Em entrevista momentos mais tarde, o treinador confirmou que fez o gesto obsceno, mas se defendeu, alegando que recebeu uma cusparada antes.

Milton Mendes

Milton Mendes conversando com árbitro.

A semifinal da Copa do Nordeste de 2016 teve confusão generalizada na vitória do Santa Cruz sobre o Bahia na Fonte Nova. Aos 34 minutos do segundo tempo, o técnico Milton Mendes, do Santa Cruz, foi expulso por dar uma cabeçada à la Zidane em um auxiliar do Bahia durante uma discussão entre os dois bancos de reservas.

Sinisa Mihajlovic

Sinisa Mihajlovic sendo segurado por jogadores.

Em fevereiro de 2015, o clássico contra o Genoa já tinha terminado em empate, mas o técnico da Sampdoria, Sinisa Mihajlovic, teve um acesso de fúria por causa de uma falta perigosa do seu lateral Vasco Regini nos minutos finais. Ele partiu para cima do jogador e o acertou com uma cabeçada, precisando ser contido pelos outros atletas. “Tem certos erros que eu não consigo aceitar”, justificou.

Delio Rossi

O então técnico da Fiorentina, foi expulso e mais tarde demitido e suspenso por 3 meses depois de agredir o jogador Adem Ljajic durante o empate por 2×2 com o Novara.

Delio agredindo o jogador.

O episódio aconteceu após Rossi substituir Ljajic aos 32 minutos, quando a Fiorentina perdia por 2×0. O sérvio claramente não gostou da decisão do treinador de tirá-lo do time e o aplaudiu ironicamente enquanto caminhava em direção ao banco de reservas. Rossi se irritou e partiu para cima de Ljajic, dando golpes no jogador, enquanto outros tentaram separá-los.

Para você qual foi o ato mais impensado dos técnicos? Conta pra gente! E claro, não esqueça de escalar seu time no SPM365.