Confira o que rolou em um dos mais importantes estaduais do país

Muralha pega pênalti, fecha o gol e garante vitória do Mirassol sobre o Palmeiras. Corinthians vence Santos com facilidade e quebra tabu de 7 anos na Vila e São Paulo vence o Ituano e é o primeiro classificado às quartas do Paulista.

Palmeiras 1 x 2 Mirassol

Palmeiras x mirassol

Em jogo disputado pela 8ª rodada do Campeonato Paulista, o Palmeiras perdeu em casa por 2×1 para o Mirassol. A partida passou longe do futebol esperado para o atual campeão da Libertadores e da Copa do Brasil e o grande destaque foi a atuação do goleiro Muralha, pelo time visitante.

O Palmeiras começou dominando a posse da bola e trocava passes desde Weverton para chegar no ataque com calma e construindo as jogadas aos poucos, porém o Mirassol adiantava os seus jogadores e dificultava a saída de jogo alviverde, deixando o jogo bastante rápido.

As chances foram aparecendo aos poucos, pois ambos os times pressionavam o campo de ataque e encontrava espaços na defesa do time adversário. Por isso, os goleiros foram muito acionados, em especial Alex Muralha, que fez três belas defesas na primeira etapa e evitou que o Palmeiras abrisse o placar. O Mirassol também chegava com perigo, mas os chutes saiam fracos ou iam sem a direção do gol.

O Mirassol queria mostrar reação e em um rápido contra-ataque, Fabricio Daniel apareceu livre na área para completar cruzamento e estufar as redes de Weverton. No primeiro tempo os dois técnicos mantiveram as táticas e o jogo esfriou um pouco, entretanto a etapa inicial terminou com 22 finalizações.

Logo aos 3′ do segundo tempo, após lançamento errado de Henri, o Mirassol foi rápido para o campo de ataque e após uma bola longa de Luis Oyama, Henri furou e deixou o campo livre para Diego Gonçalves, que chegou até a área e encobriu Weverton, 2×0.

Aos 14′, Neto Moura recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. A partir disso, o Mirassol recuou as linhas e apostou ainda mais nos contra-ataques. O Palmeiras ficava cada vez mais ofensivo, mas não conseguia mais oferecer perigo para Muralha que trabalhou pouco nos 45 minutos finais.

Muralha, que já havia feito belas defesas no primeiro tempo, seguiu brilhando na etapa final e defendeu pênalti mal batido por Gabriel Menino. O jogo seguiu com o Palmeiras chegando no ataque e não conseguindo sequer acertar o gol, concretizando a derrota em casa em jogo com desempenho muito abaixo coletivamente. 

O Palmeiras chegou a marcar no último minuto de jogo com Newton, porem de nada adiantou e o Mirassol ficou com os três pontos, se isolando a equipe na liderança do grupo D e deixando o Palmeiras em situação delicada na classificação do Grupo C.

Santos 0 x 2 Corinthians

O Corinthians encerrou um longo jejum na Vila Belmiro, venceu o Santos por 2×0 e ficou bem perto da classificação às quartas de final do Campeonato Paulista. Tudo isso na noite deste domingo, em jogo válido pela oitava rodada do estadual e com times reservas dos dois lados, que representou a primeira vitória do Timão no estádio do Peixe desde 2014.

Desde o início da partida foi possível perceber que havia uma equipe bem montada e consistente, e outra com dificuldades de se adaptar a um esquema com três zagueiros. Foi assim que o Timão conseguiu ser superior ao Peixe em todo o primeiro tempo. 

Ainda nos 45′ iniciais, o Corinthians dominou o ataque e levou perigo à defesa santista em diversos momentos. O Santos, abatido e sem ameaçar, respondeu em uma jogada despretensiosa rebatida por Wellington, que caiu nos pés de Renyer, mas o garoto, cara a cara com Cássio, chutou na mão do goleiro.

Aos 37′, Raul Gustavo aproveitou rebote em mais uma defesaça de Vladimir em chute de Jemerson, e balançou a rede para abrir o placar na Vila. O zagueiro fez seu primeiro gol como profissional pelo Corinthians e aproveitou o momento para homenagear a irmã que morreu há nove meses, vítima de um acidente automobilístico.

O Peixe, atordoado ainda sofreu com um jogador a menos: Wellington, que já tinha amarelo, levou o segundo e foi expulso. Na cobrança de falta seguinte ao cartão vermelho, Lucas Piton bateu com perfeição e fez 2×0.

Ariel Holan voltou dos vestiários com Jhonnthan no lugar de Lucas Lourenço, para remontar a defesa. Enquanto isso, o Timão voltou com um ritmo bem mais baixo, buscando garantir o resultado. Com um a mais, ficou mais fácil controlar a partida que já parecia decidida anteriormente.

O Timão continuou dono do jogo e quase marcou com Gabriel Pereira e em chute de João Victor. Depois, o Peixe se arriscou um pouco mais e até encontrou espaços, como em chute de Kevin Malthus já dentro da área. Vagner Mancini e Holan rodaram seus times com substituições e esperaram o tempo passar, num clássico que foi resolvido com o que aconteceu nos primeiros 45 minutos.

Ituano 0 x 3 São Paulo

O São Paulo é o primeiro time classificado para as quartas de final do Campeonato Paulista. A equipe de Hernán Crespo não pode mais ser ultrapassada pela Ferroviária e ainda pode garantir o primeiro lugar da chave.

O jogo começou aberto, com os dois times buscando o ataque, e o São Paulo teve pênalti logo aos 6′, quando Galeano foi derrubado por Sueliton. O zagueiro Rodrigo Freitas, mostrou categoria ao cobrar no canto esquerdo do goleiro Pegarari. Foi o primeiro gol do defensor em seu quinto jogo pelo time profissional.

Após abrir o placar, o São Paulo continuou melhor e em cima do Ituano. O segundo gol também não demorou a sair: aos 22′, Welington cruzou da esquerda, a bola atravessou a área e sobrou para Igor Vinícius, que, sem marcação, finalizou para ampliar.

Com 2 a 0 no placar, o São Paulo já não mostrava o mesmo ímpeto no ataque e mais administrava a posse de bola. O Ituano, por sua vez, errava muito e não conseguia criar lances de perigo. Se a situação do Ituano estava difícil, ficou pior aos 12′ do segundo tempo. Jeferson pisou no tornozelo direito de Léo e foi expulso.

Galeano ainda pôde comemorar seu primeiro gol pelo São Paulo. Após ajeitada de Igor Gomes, ele se atrapalhou com a bola, mas conseguiu mandar para o fundo da rede. Logo depois do terceiro gol do São Paulo, a situação do Ituano ficou ainda pior. Aos 31, Gabriel Taliari recebeu o cartão vermelho por entrada forte, de sola, em Diego Costa.

O Tricolor chegou à sétima vitória consecutiva, sendo seis pelo Paulistão e uma pela Libertadores, com 100% de aproveitamento desde a retomada dos jogos após a paralisação em razão do coronavírus.

Qual time rendeu uma boa pontiação pra você? Conta pra gente e não se esqueça de fazer sua escalação para os próximos torneios no SPM 365!