Santos vence Inter de Limeira por 2×0 com um elenco de muitos jogadores da base, Corinthians vence por 2×0 com gols de Otero e Jô. Atlético vence o Boa depois de um jogo sofrível e o Cruzeiro perde por 1×0 com gol de “um pé só”.

Campeonato Paulista

Santos 2 x 1 Inter de Limeira

O Santos venceu a Inter de Limeira por 2×1 nesta noite, na Vila Belmiro, pela sexta rodada do Campeonato Paulista. Mais uma vez, o técnico Ariel Holan apostou numa formação diferente, testando reservas e jogadores mais jovens, o que causou falta de entrosamento e muitas dificuldades ao Santos. A vitória veio mesmo assim, graças a dois erros da Inter de Limeira: um gol contra, no primeiro tempo, e uma falha do goleiro Rafael Pin, no segundo tempo.

O Peixe teve facilidade para chegar ao ataque. Conseguiu criar chances pelo meio e na bola parada. O primeiro gol saiu de um escanteio para o Santos em que o volante Deivid marcou contra. A Inter sentiu o gol, mas não recuou. Apesar da dificuldade de marar o gol, o time de Thiago Carpini insistiu e aproveitou a fragilidade da zaga do Santos.

Luiz Felipe, que deixou a defesa para tentar dar o bote, falhou. Na sequência, Alex não conseguiu recuperar a bola e Vladimir saiu para tentar a defesa. Lucas Batatinha empatou.

Nos minutos finais, Soteldo, em bola parada cruzou para a área e Rafael Pin falhou. O goleiro protegeu a bola, mas deixou escapar e Bruno Marques aproveitou a chance. Na sequência o VAR foi acionado e, após cinco minutos de análise, o gol foi validado.

Com o resultado, o Peixe salta para a ponta do Grupo D, com nove pontos, e ultrapassa o Mirassol, com oito. A Inter segue em último no grupo A, com três.

Corinthians 2 x 0 Ituano

O Corinthians teve domínio completo da primeira etapa, desperdiçando diversas chances de gol antes de abrir o placar. Boas chances surgiram com Léo Natel, Jô, Piton, mas quem abriu de fato o placar foi Otero, de cabeça, nos minutos finais do primeiro tempo. João Victor desceu pela direita e tocou para Léo Natel. O atacante fez o cruzamento para dentro da área e Otero subiu no meio dos zagueiros para cabecear. Edson até tocou na bola, mas não impediu que ela entrasse.

O Corinthians voltou tranquilo para o segundo tempo, sem sofrer defensivamente. Aos 19′ do segundo tempo, o time chegou ao segundo gol. Léo Natel, Luiz Gustavo e Camacho fizeram boa jogada e o meio-campista avançou pela direita e cruzou rasteiro para Jô, que chegou batendo de direita para as redes.

Três minutos depois, o Ituano teve pênalti marcado. Após oito minutos de paralisação para a consulta do VAR, Edna foi ao monitor e anulou a marcação. Depois do episódio, a partida entrou em um ritmo morno, com nenhuma das equipes conseguindo criar com eficiência, e o placar de 2×0 foi mantido.

Campeonato Mineiro

Atlético 2 x 1 Boa

O Boa Esporte começou a partida mais ligado e complicando a vida do Atlético-MG. Logo aos 20′ de jogo o time visitante abriu o placar. A partir dai o Galo acordou. Aos 26′, Eduardo Vargas até balançou as redes, marcando um golaço de bicicleta, mas o juiz marcou impedimento. De tanto insistir, o Atlético-MG acabou sendo premiado com o gol de empate aos 29′, de Eduardo Vargas. 

No segundo tempo, o Atlético voltou mais decidido e teve ótimas oportunidades com Sávio, Eduardo Vargas, Dylan, mas todos acabaram desperdiçando as chances da virada.

Aos 43′, Nacho acabou sendo derrubado dentro da área, e o árbitro marcou pênalti. Guilherme Arana foi para a cobrança e não desperdiçou, garantindo o triunfo e a liderança do Atlético-MG nesta primeira fase do Campeonato Mineiro.

Pouso Alegre FC 1 x 0 Cruzeiro

A partida começou em ritmo lento com o Cruzeiro trocando muitos passes em busca de espaços, enquanto o Pouso Alegre jogava no erro do adversário, armando contra-ataques. E foi dessa forma que o time mandante ofereceu os maiores riscos ao gol de Fábio. O estado bem ruim do gramado interferiu bastante na estratégia da Raposa, um time de toque de bola e que, mesmo com a posse de bola, não conseguiu acelerar jogadas ofensivas pela qualidade ruim da grama.

Foi justamente em um lance de erro no meio-campo do Cruzeiro que o Pouso Alegre arrancou um contra-ataque rumo ao gol. E o lance foi no mínimo curioso, pois Paulo Henrique colocou a bola na rede pulando em um pé só.

Antes de colocar a bola na rede do goleiro Fábio, o centroavante do Pousão se machucou e precisou fazer grande esforço para inaugurar o placar. O jogador, mesmo pulando, conseguiu o objetivo.

Com o resultado a Raposa não garantiu a vaga de forma antecipada à semifinal do estadual e, assim, a definição do futuro celeste ficou para a última rodada da competição.

Quem você acha que será o campeão do Paulista? E do Mineiro? Conta pra gente e não esqueça de escalar seu time no SPM 365!