Muitas partidas reservam seus melhores momentos para os minutos finais, confira alguns que fizeram a gente segurar a respiração até o final.

Barcelona 6 x 1 Paris Saint German

O Barcelona tinha uma missão praticamente impossível quando entrou em campo, no Camp Nou, tendo que buscar uma “remontada” após perder o jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões por 4 a 0.

Os time catalão abriu 3 a 0 no confronto, mas Cavani diminuiu a vantagem, e o gol quase estragou os planos dos anfitriões. Com apenas sete minutos no relógio para o fim da partida o Barça precisava de mais três tentos para avançar na competição. Aos 42 minutos da metade final, Neymar fez golaço de falta, cobrada da entrada da área. Aos 45, anotou mais uma vez, de pênalti e, aos 49′, Neymar novamente apareceu para dar passe para o tento decisivo, assinado por Sergi Roberto.

O resultado foi construído da seguinte maneira:

  • Suárez (2 min do primeiro tempo);
  • Kurzawa (40 min minutos do primeiro tempo);
  • Messi (5 min do segundo tempo);
  • Cavani (17 min do segundo tempo);
  • Neymar (42 min do segundo tempo);
  • Neymar (46 min do segundo tempo);
  • Sergi Roberto (49 min do segundo tempo).

Com esse resultado, A classificação, que era quase improvável, aconteceu. Na etapa seguinte o Barcelona perdeu para a Juventus por 3×0 no placar agregado e não permaneceu na competição.

Ajax 2 x 3 Tottenham

Na partida da volta, pela semifinal Champions League 2018/2019, o Ajax enfrentou o Tottenham na Johan Cruyff Arena e o jogo tomou um rumo completamente diferente nos minutos finais. A equipe inglesa havia perdido em Londres por 1×0 e chegou a ficar com um 2×0 contra no placar hoje, mas virou de forma incrível no segundo tempo com três gols marcados por Lucas Moura.

O Ajax foi melhor desde os minutos iniciais. A criação de jogadas fez com que o time abrisse dois de vantagem e ficasse mais tranquilo em campo. De Ligt abriu o placar após cobrança de escanteio. Ziyech aproveitou ótimo passe de Tadic para marcar um golaço.

Sucumbido em campo, o Tottenham mudou a forma de atuar. Fernando Llorente entrou em campo e deixou o Ajax mais recuado, a partir daí foi a hora de Lucas Moura brilhar. O brasileiro fez dois gols em menos de 15 minutos e empatou o confronto. Depois disso, o duelo ficou mais equilibrado. Mas um gol no último minuto, novamente de Lucas Moura, foi o suficiente para garantir o resultado e a classificação do Tottenham.

escalou seu time no SPM 365?

Com a vitória na partida, os Spurs conseguiram a classificação para a final da Liga dos Campeões, a outra única vez que o time 1962. Na final, ambos os classificados foram times ingleses, o Tottenham e o Liverpool, mas quem levou a melhor foram os reeds, vencendo a partida por 2×0.

Brasil 2 x 2 Argentina

O relógio já marcava 48 minutos do segundo tempo. A Seleção Brasileira perdia a final da Copa América 2004 por 2 a 1 para a Argentina. O título parecia até nas mãos dos hermanos, mas eles não contavam com o surgimento do Imperador.

 Os hermanos, com uma equipe mais experiente, saíram na frente com Kily González, que fez de pênalti aos 20 minutos. O empate brasileiro saiu nos acréscimos da primeira etapa, quando Luisão marcou de cabeça.

O segundo tempo foi marcado por muita disputa e tensão entre brasileiros e argentinos. A situação da Canarinho ficou complicada aos 42 do segundo tempo, quando Delgado marcou o segundo da albiceleste, o que parecia ser o gol do título. Eis que surgiu o Imperador. No último fio de esperança, aos 48 minutos, um bate e rebate na área argentina e a bola procurou o pé esquerdo de Adriano… “Pode até empatar, quem sabe agora, capricha Adriano”. Foi assim que Galvão Bueno descreveu o momento em que o atacante deu uma leve ajeitada na bola e soltou um canhão para o fundo das redes. Era o gol que levaria a decisão da Copa América 2004 para os pênaltis.    

Nos pênaltis Júlio Cesar defendeu a cobrança de D’Alessandro e Heinze desperdiçou uma cobrança pelo lado argentino chutando pra fora. Na Seleção Brasileira, Adriano novamente, Edu Gaspar, Diego e Juan converteram suas cobranças. Vitória do Brasil por 4 a 2 e o sétimo título de Copa América. ​

Argentina 0 x 1 Alemanha

A partida histórica entre Argentina e Alemanha aconteceu no Maracanã, na final da Copa do Mundo de 2014. Após a derrota histórica por 7×1 do Brasil para a Alemanha, ou europeus conseguiram sua vaga para a final da competição. A única coisa que conseguiria piorar para os brasileiros naquela Copa seria ter a arquirrival, Argentina, ser sagrada campeã em terras tupiniquins.

Felizmente (ou não) Gotze estava inspirado e demonstrou técnica perfeita e muita calma ao receber o passe de Andre Schurrle, dominar e fazer uma finalização de pé esquerdo aos 115′ de partida, no final do segundo tempo da prorrogação.

Os torcedores argentinos eram a grande maioria de uma multidão que criava uma atmosfera vibrante dentro do Maracanã – embora a Alemanha estivesse bem representada e contasse com o apoio de muitos torcedores brasileiros os alemães permaneceram em seus lugares mais de uma hora após o apito final, enquanto a equipe vitoriosa se entregava a longas comemorações pela vitória.

Com gol do garoto Götze, os alemães conquistaram o tetracampeonato mundial, repetindo os feitos de 1954, 1974 e 1990.

Para você qual foi o momento mais emocionante? Conta pra gente! Não se esqueça de escalar seu time no SPM 365!