A FIFA divulgou nesta última semana a lista com os 11 gols mais bonitos da temporada. Dessa vez a lista não tem brasileiros, mas tem pelo menos um jogador que atua em terras tupiniquins. O SPM 365 preparou um compacto sobre quem foi Puskás e a origem do prêmio que leva seu nome. Lembrando que os 11 escolhidos estão em votação popular, se liga!

Quem foi Puskás?

Ferenc Puskás Biró foi um dos maiores jogadores de futebol da história, tendo o ápice de sua carreira decorrido entre os anos 50 e 60. Puskás, nasceu na Hungria no dia 1º de abril de 1927 e aos nove anos deu inicio a sua carreira como jogador de futebol em um clube local, do qual seu pai (também ex-jogador) era treinador, o Kispest.

O Kipest não era lá uma grande equipe, nunca havia ganhado um campeonato sequer, pois o campeonato húngaro era sempre disputado entre o Újpest Dozsa e o Ferencváros (que neste ano de 2020 retornou a fase de grupos da Champions League).

Porém se estamos falando de Puskás, estamos falando de alguém que mudou a história do esporte. Nos primeiros anos de retomada do campeonato húngaro, após a segunda guerra mundial, mais precisamente em 1948, o jovem de 21 anos marcou 50 gols no torneio, se tornando o terceiro maior artilheiro da competição, com o recorde desde então jamais batido.

Em 1949 o exercito húngaro decidiu criar sua própria equipe e se associou ao Kipest, que foi renomeado como Honvéd, fato este que mudaria o destino do jovem Puskas para sempre.

Pelo Honvéd, Puskás teve a incrível marca de 367 gols em 379 jogos, além ter levado a equipe a um penta campeonato. Um número que define seu faro como artilheiro.

Puskás-Honved-soccer
Puskás atuando pelo Honvéd

A era Real Madrid e o domínio europeu

Em 1958 Puskas se transferia para o Real Madrid, onde ao lado de Di Stefano, criou uma das duplas de ataque mais infernal da história do futebol mundial.

Considerado o maior time do século XX, o Real Madrid dominou os anos 60. Ganhou um tri na Champions League, um penta na La Liga, uma Copa do Rei e um Mundial de clubes, que coroaram todo o brilhantismo de Puskás e cia.

Hoje o Húngaro é o sexto maior artilheiro da história dos merengues. Em 262 jogos, marcou 242 gols. Em toda a sua carreira fez 621 gols.

O prêmio Puskás

Agora que sabemos um pouco da história desta divindade futebolística, vamos explicar a criação do troféu que premia o gol mais bonito da temporada.

Em 2009, três anos após a morte do grande artilheiro, Joseph Blatter (o então presidente da FIFA) decidiu criar o prêmio como forma de honrar a memória de Puskás, de forma digna e com algo no qual o húngaro era especializado: golaços.

Palavras de Joseph Blatter:

“É importante preservar a memória dos grandes nomes do futebol que deixaram sua marca na nossa história. Ferenc Puskás era não só um jogador com imenso talento que ganhou muitas honras, mas também um homem notável. É, portanto, um prazer para a FIFA lhe prestar homenagem e lhe dedicar este prémio à sua memória”.

A votação é aberta ao público, porém, para participar é necessário cumprir os seguintes requisitos:

  • O gol deve ser fora dos padrões normais, ou seja, um golaço;
  • O gol não deve ser uma jogada de sorte ou decorrente do erro do adversário;
  • O gol deve se enquadrar na cláusula do Fair Play, ou seja, o jogador não pode ter se comportado mal durante a partida (sendo punido com cartão vermelho, por exemplo) ou ser acusado de doping;
  • Os gol deve ter sido marcado entre novembro do ano anterior e outubro do ano corrente. Gols que ultrapassem essa data serão julgados no ano seguinte.

Confira os indicados ao prêmio Puskás de 2020

11 – Shirley Cruz:

Pelas eliminatórias da CONCACAF para o futebol feminino nas olimpíadas, Shirley Cruz da Costa Rica mostrou muito talento e anotou um golaço contra o Panamá.
Após a cobrança de escanteio a jogadora não deixou a bola cair e soltou um petardo de direita, sem a mínima chance para a goleira panamenha.

Veja abaixo:

10 – Luís Suarez:

Em 7 de dezembro de 2019, o Barcelona enfrentou o Mallorca e Luís Suarez demonstrou o porquê é um dos atacantes mais inteligentes do mundo, em uma jogada que parecia “normal”, ele tira um gol de letra da cartola.

Veja abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=PYvF1QodaQI

9 – Caroline Weir:

Mais uma representante do futebol feminino na nossa lista. Caroline não só fez um golaço, mas marcou em um clássico! No jogo Manchester City (time que Caroline defende) contra o Manchester United, a jogadora carregou a bola pelo canto esquerdo da grande área e soltou uma bomba na gaveta, um golaço!

Veja abaixo:


8 – Leonel Quiñónez:

Um gol que não pode faltar na lista do Puskás é o gol do meio de campo e Lionel fez um belo exemplar. O defensor do Deportivo Macará em um jogo contra a Universidad Catolica, percebeu o goleiro adiantado e de trás do meio campo acertou a bola na gaveta. Um belo de um golaço.

Veja abaixol:

7 – Hlompho Kekana:

Se você tem saudade dos golaços de Roberto Carlos, talvez este gol te cause alguma nostalgia. O meia Sul-africano acertou uma bomba com tanta força e veneno, que talvez, nem dois goleiros fossem capazes de evitar o gol.

Veja abaixo:

6 – Sophie Ingle:

Mais um golaço vindo da terra da rainha e mais uma vez em um clássico. Sophie Ingle, meia do Chelsea, aplicou um voleio de canhota de fora da área. Um golaço na gaveta da goleira do Arsenal que nada pode fazer.

Veja abaixo:

5 – Son Hueng-Min:

O Sul-Coreano do Tottenham mostrou categoria em um gol “a lá Maradona”. Partindo de trás do meio campo, Son colou a bola no pé e foi limpando defensor atrás de defensor. Um senhor golaço!

Veja abaixo:

4 – André-Pierre Gignac:

O atacante do Tigres do México fez um golaço que deixaria confusa a coluna de qualquer pessoa acima dos 40 anos de idade. Uma bicicleta sob forte marcação e ainda colocando no canto do goleiro. Reveja várias vezes e tente entender o nível da categoria do francês.

Veja abaixo:

3 – Jordan Flores:

Some: tempo de bola, visão, golpe de Caratê e muita elasticidade e você terá o golaço de Jordan Flores do Dundalk FC pelo campeonato Irlandês. Um golaço de causar inveja ao Ibrahimovic (ou não, porquê Ibra é Ibra).

Veja abaixo:

2 – Zlatko Junuzovic:

O sérvio Zlatko Junuzovic aplicou um voleio de primeira na gaveta! Após cobrança de escanteio o meia soltou o chicote e mandou um canhão sem chances para o goleirão.

Veja abaixo:

1 – Giorgian De Arrascaeta:

O único jogador atuando no Brasil, Arrascaeta presenteou o torcedor rubro-negro no ano mágico de 2019 com um golaço de bicicleta contra o Ceará.

Veja abaixo:

Se você quiser deixar o seu voto é só clicar aqui e acessar o site oficial da competição.

Campeões dos anos anteriores:

  • 2009 – Cristiano Ronaldo – Manchester United – Liga dos Campeões 2008-09
  • 2010 – Hamit Altintop – Turquia – Qualificatória para Eurocopa 2012
  • 2011 – Neymar – Santos – Brasileirão – 2011
  • 2012 – Miroslav Stoch – Fenerbahçe – Campeonato Turco
  • 2013 – Ibrahimovic – Suécia – amistoso
  • 2014 – James Rodríguez – Colômbia – Copa do Mundo 2014
  • 2015 – Wendell Lira – Goianésia – Campeonato Goiano
  • 2016 – Mohd Faiz Subri – Penang FA – Liga da Malásia
  • 2017 – Oliver Giroud – Arsenal – Premier League 2016-17
  • 2018 – Mohamed Salah – Liverpool – Premier League 2017-18
  • 2019 – Dániel Zsóri – Debreceni – Campeonato húngaro 2018-19

E você torcedor, quer marcar um golaço de prêmios? Escale agora no SPM 365 e fature prêmios em dinheiro. Não fique de fora!