Robert Lewandowski e Lucy Bronze saíram com os prêmio de melhor do mundo! Confira os vencedores!

A premiação ocorreu em dezembro de 2020 e foi realizada virtualmente devido a pandemia do coronavírus. O atacante do Bayern confirmou favoritismo contra maiores jogadores da geração, enquanto inglesa Lucy Bronze surpreendeu e levou como melhor jogadora. Além disso, teve brasileiro sendo premiado e, o prêmio Puskas, foi para o meia sul-coreano Son Heung-min que desbancou o uruguaio Arrascaeta.

A Bola de Ouro, por outro lado, foi cancelada: o prêmio da France Football não será entregue em 2020 devido à pandemia do coronavírus – em vez disso, para não passar o ano em branco, a revista francesa decidiu montar o time dos sonhos, com os maiores craques da história do futebol. Desde 2015, a premiação da Fifa não é mais feita em conjunto com a da France Football.

Melhor Jogador

O polonês Robert Lewandowski foi eleito o melhor jogador do mundo de 2020. Aos 32 anos, o atacante do Bayern de Munique foi o mais votado e desbancou a dupla Messi e Cristiano Ronaldo, que venceram 11 das 12 edições anteriores. Foi a primeira vez que o polonês faturou o prêmio.

Lewandowski foi decisivo para as conquistas do Bayern este ano: Bundesliga, Copa da Alemanha e Champions League. Ele foi o artilheiro na três competições, somando 41 gols na temporada passada.

No momento da premiação, Lewandowski foi surpreendido pelo presidente da Fifa, Gianni Infantino, que entregou o troféu em mãos ao jogador. Foi a única exceção ao longo de toda a cerimônia, realizada virtualmente por conta da pandemia do coronavírus.

Melhor Jogadora

A lateral-direita inglesa Lucy Bronze, do Manchester City, foi eleita a melhor jogadora do mundo. Bronze, que conquistou o prêmio por suas atuações pelo Lyon, onde jogou até agosto, superou na eleição a atacante dinamarquesa Pernille Harder, ex-Wolfsburg, hoje no Chelsea, e a zagueira francesa Wendie Renard, do Lyon.

Bronze, de 29 anos, jogou por três temporadas no Lyon e conquistou todos os títulos possíveis com a equipe em 2020: campeã francesa, da Copa da França, da Supercopa da França e, no fim de agosto, da Liga dos Campeões da Uefa. Em seguida, ela acertou seu retorno ao Manchester City, onde atuou de 2014 a 2017. Ano passado, ela ficou em terceiro lugar na eleição da Fifa The Best.

Melhor goleiro

Manuel Neuer venceu mais uma vez o prêmio de melhor goleiro do mundo. O alemão desbancou o esloveno Jan Oblak, do Atlético de Madrid, e o brasileiro Alisson, do Liverpool.

Com 34 anos, Neur foi um dos grandes destaques da temporada do Bayern de Munique, tanto na Bundesliga, quanto na Liga dos Campeões. As grandes atuações do arqueiro em Lisboa lhe renderam o título da Champions League, e um favoritismo na premiação, que foi comprovado com a vitória.

Melhor goleira

Sarah Bouhaddi, do Lyon, eleita a melhor goleira do mundo. Ela superou na eleição a chilena Christiane Endler, do Paris Saint-Germain, e a americana Alyssa Naeher, do Chicago Red Stars.

Com de 34 anos, a arqueira é titular da Seleção Francesa e do Lyon, time dominante no futebol europeu, heptacampeão da Champions League, incluindo as últimas cinco edições, e campeão francês há 14 anos seguidos.

Desde 2009 no clube, Bouhaddi participou das sete conquistas do time na Champions (2011, 2012 e de 2016 a 2020) e dos últimos 11 títulos franceses, além de oito Copas da França.

FIFA Fan Award

O torcedor do Sport, Marivaldo Francisco, faturou o prêmio que reconhece gestos de fãs do futebol ao redor do mundo.

Marivaldo Francisco da Silva, de 48 anos, é fanático pelo Sport e tem um costume de, em dias de jogos do time na Ilha do Retiro, ele sai de sua casa, em Pombos (PE), e caminha até o estádio do rubro-negro. Este trajeto dura mais de 12 horas.

São cerca de 64 quilômetros de distância que Marivaldo percorria para assistir ao clube de coração. Desde março, no entanto, o torcedor não pode acompanhar os jogos do time, já que está proibida a presença de torcedores nos estádios brasileiros em função da pandemia. Embora o trajeto pareça exaustivo, Marivaldo disse, em entrevista ao site oficial do Sport em 2019, que caminha até a Ilha do Retiro com prazer.

“Ás vezes venho um dia antes da partida, para poder viver o Clube, assistir jogos de outras modalidades, respirar o ar daqui, que é muito bom. As pessoas brincam, dizem que sou louco, no entanto faço por prazer e não sinto cansaço nenhum” – Marivaldo em entrevista ao site do Sport.

Puskás

O meia Son Heung-min, do Tottenham, venceu o Puskás, que elege o gol mais bonito do mundo anualmente. O sul-coreano, que saiu driblando os jogadores do Burnley desde sua área até marcar um golaço, desbancou os uruguaios De Arrascaeta, do Flamengo, e Luis Suárez, do Atlético de Madri, na disputa.

Para você quem foram os melhores do ano? Conta pra gente! Não esqueça de escalar seu time no SPM 365!