Depois do que aconteceu no Gre-Nal, na segunda rodada da fase de grupos da Libertadores, separamos um top 5 de jogos com mais jogadores expulsos. Confira!

Com oito cartões vermelhos, o Gre-Nal nº 424 foi o segundo jogo com mais expulsos na história da Taça Libertadores, mas não foi o maior clássico gaúcho em número de atletas expulsos. O recorde de cartões vermelhos aconteceu em 1969 na inauguração do estádio Beira-Rio e o clima tenso tomava conta da partida antes mesmo dos times entrarem em campo.

Além da polêmica por causa da divisão da renda da partida (o Grêmio exigia uma parte maior do total), era a chance do tricolor se vingar da derrota por 6×2 na inauguração do seu estádio, o Olímpico, anos antes.

Faltando menos de 10 minutos para acabar a partida, uma confusão começou quando um colorado tentou atrapalhar a reposição de bola pelo goleiro do Grêmio e o que se viu foram cenas lamentáveis. Titulares e reservas transformaram o gramado num verdadeiro campo de guerra e, depois de muitos socos, chutes e agressões de todo tipo, foram 20 expulsos ao todo (10 de cada lado).

Tongham Youth Club x Hawley

Em  uma partida disputada em novembro de 1969,  entre os clubes Tongham Youth Club e Hawley, ambos do Reino Unido, após uma confusão, todos os atletas em campo foram expulsos da partida.

Segundo os expectadores, o jogo parecia calmo, mas não para o árbitro da partida, que primeiramente amarelou todos os jogadores em campoe ainda o bandeirinha. Quando o auxiliar falou com o árbitro que talvez ele estivesse pegando pesado demais, o juiz não hesitou em advertir o companheiro com o cartão amarelo também.

Em seguida, como todos os jogadores já estavam advertidos, ele foi expulsando um a um. A partida é até hoje listada no Guinness World Records, o livro dos recordes, como a partida que teve o maior número de jogadores expulsos.

Portuguesa x Botafogo

No Torneio Rio-São Paulo de 1954 em um jogo que ocorreu entre Portuguesa de Desportos e Botafogo-RJ, no Pacaembu, os 22 jogadores – inclusive Garrincha, que jogava no time carioca – foram expulsos após um quebra-pau generalizado. 

Apesar de não constar no livro dos recordes, a partida foi realizada a partir de um torneio oficial e foi válida,

Copa do Mundo

O jogo que teve a maior quantidade de expulsos na Copa do Mundo foi na edição de 2006. Em uma partida entre Portugal e Holanda, disputando a vaga para as quartas de final da competição, quatro jogadores foram expulsos, dois portugueses e dois holandeses. 

Esse foi o jogo em Copas do Mundo que teve a maior quantidade de jogadores expulsos, além daqueles que foram para o vestiário mais cedo, o juiz ainda distribuiu 16 cartões amarelos. 


Cadastre-se grátis no SPM365