Depois de ser desligado do Barcelona de forma questionável, Luiz Suárez fez seu primeiro jogo pelo Atlético de Madrid e mostrou a que veio.

Luiz Suárez é o terceiro maior artilheiro da história do Barcelona. Desde que estreou pelo time catalão, em outubro de 2014, El Pistolero marcou 198 gols com a camisa nove blaugrana. Entretanto, essa bela história acabou após a derrota por 8 a 2 para o Bayern de Munique nas quartas de finais da Champions League 19/20.

Entre as mudanças que a diretoria anunciou que seriam feitas, estava a dispensa de Suárez. E ela veio de um jeito que deixou o uruguaio furioso: Koeman, o novo treinador do Barcelona, comunicou o atacante que ele não mais estava nos planos do clube em um telefonema que durou um minuto. Cá entre nós, toda razão a Suárez. Um dos jogadores mais importantes da história recente do Barça merecia um tratamento melhor.

Depois de especulações sobre Ajax, sua ida para a Juventus era dada como certa. Mas Luizito não conseguiu a obtenção da cidadania italiana e, já que a Juventus não pode contratar mais estrangeiros, a negociação fracassou. O Atlético de Madrid entrou na jogada e, mesmo com resistência da diretoria do Barça, a transferência aconteceu.

Ontem, dia 27 de setembro de 2020, Luiz Suárez entrou em campo pela primeira vez com a camisa colchonera. O duelo era contra o Granada no estádio La Peineta, a casa do Atlético. E, ao contrário do que foi a negociação entre ele, Barcelona e seu time atual, sua atuação em campo não foi nada burocrática.

O uruguaio teve uma estreia inesquecível. Aos 71′, Diego Costa, que já tinha feito gol na partida, saiu de campo e deu lugar ao recém-chegado colega de posição. Luiz Suárez precisou de exatos 22 minutos em campo para servir Llorente na jogada do quarto gol e ainda balançar a rede duas vezes.

O primeiro gol dele (quinto do Atletico no jogo) foi uma retribuição pela assistência que ele tinha dado minutos antes. Llorente buscou o uruguaio pelo alto que testou a bola como manda o figurino. A redonda entrou no contrapé do goleiro, que se esticou mas não conseguiu impedi-la de morrer no fundo das redes.

O segundo do Pistoleiro veio depois de um rebote. O próprio Suárez chutou cruzado de dentro da área e acertou a trave. A bola voltou para ele mesmo, que aproveitou o goleiro caído e empurrou para o fundo das redes.

O jogo acabou 6×1 para o time de Simeone, que está em nono lugar no Campeonato Espanhol, mas com dois jogos a menos que a maioria das equipes. Já o Granada mesmo com a derrota, é o vice-líder da competição com seis pontos, atrás apenas do Real Betis.

Depois dessa estreia super positiva, Luis Suárez recebeu elogios de Diego Costa, principal nome do ataque colchonero e que vai concorrer com o uruguaio pela titularidade no alvirrubro de Madrid:

“[Suárez] Vai nos ajudar muito. Tomara que possamos brindar um título à torcida. Não vai ser fácil, temos que seguir jogo a jogo e ver se teremos sorte”,

O jogador ainda aproveitou o momento para alfinetar o Barcelona:

“Temos sorte em ter o Luis aqui, não sei como o Barcelona deixou ele sair. Vai nos ajudar com gols e com seu espírito guerreiro. Esperamos fazer vários gols para o torcedor”

Com os números da primeira partida, é inegável que as expectativas são as melhores possíveis. É bem verdade que Suárez não vinha tão regular no Barcelona na última temporada, mas acredito que a mudança de ares tem tudo para fazer com que o atacante volte a encantar.

Você acha que ele vai deslanchar no Atlético de Madrid? Conte nos comentários!