Para quem tem dúvida qual time Alexandre Pato está defendendo, a resposta é curta: nenhum. Confira o que aconteceu com o jogador que foi uma grande promessa brasileira e, atualmente, está desempregado.

Com apenas 31 anos, Pato está livre no mercado desde agosto, quando o São Paulo concordou em rescindir seu contrato. Apesar da pandemia de coronavírus tornar os clubes mais propensos a contratar jogadores sem vínculos, nenhum até agora fechou com o atacante.

Início da Carreira

Alexandre Pato no seu primeiro clube, o Internacional.

Alexandre foi revelado pelo Internacional, onde jogou seis anos nas categorias de base e disputou vinte e sete partidas como profissional.

Estreou logo como titular, no dia 26 de novembro de 2006, contra o Palmeiras, no Parque Antártica, pelo Campeonato Brasileiro. Pato marcou o seu primeiro gol como profissional com apenas um minuto de jogo, ao tabelar com Fernandão e tocar na saída do goleiro. No restante da partida, deu assistências para mais dois gols e cabeceou uma bola na trave.

Em seu segundo jogo, dia 13 de dezembro, na semifinal do Mundial de Clubes, Pato quebrou um recorde que era de Pelé há quase cinquenta anos. Ao abrir o placar contra o Al-Ahly, Pato tornou-se o mais jovem jogador a marcar gols numa competição oficial da FIFA em todos os tempos.

No dia 2 de agosto de 2007, um mês antes de completar dezoito anos, foi contratado pelo Milan, numa das maiores transações já realizadas no futebol brasileiro. Ele recebeu a camisa número 7, que pertencia a Andriy Shevchenko, antigo ídolo do clube.

Na sua camisa, foi estampado apenas o seu apelido: Pato. Sua transferência para a equipe italiana, pelo valor de 24 milhões de euros, foi a segunda maior da história do futebol brasileiro na época, superada apenas por Denílson em 1998 e empatada com Robinho em sua ida para o Real Madrid (24 milhões de euros).

No final da temporada 2008/09, os 18 gols do atacante em todas as competições fizeram dele o artilheiro do clube naquela temporada, com apenas 19 anos. Já uma estrela na Itália, Pato atraiu a atenção em toda a Europa em outubro de 2009, quando marcou dois gols na Liga dos Campeões contra o Real Madrid em uma vitória memorável por 3×2.

Porém com a sua ascensão rápida, seu corpo não correspondeu. Uma série de lesões o fez de astro a decepção, foi quando em 2013 retornou ao Brasil depois de fechar com o Corinthians.

Retorno ao Brasil

No dia 2 de janeiro de 2013, seu empresário confirmou que o jogador escolheu o Sport Club Corinthians Paulista. Na ocasião, ele foi a maior compra da história de um clube brasileiro, ao fechar a transferência de 15 milhões de euros. No dia 3 de janeiro, o clube anunciou oficialmente a contratação do jogador.

Pato no Corinthians.

No dia 3 de fevereiro estreou e seguiu a sina de marcar nas estreias. Deixou o seu no Campeonato Paulista e com apenas três minutos em campo, recebeu passe de Paulinho e marcou o quinto gol da equipe. Na ocasião, o Corinthians goleou o Oeste por 5×0.

Pato continuou com um bom jogo até maio, a partir daí foi alvo constante de críticas. Perdeu chances em jogos importantes e foi fadado ao banco de reservas. No dia 23 de outubro, perdeu um pênalti decisivo nas cobranças após o empate no tempo normal contra o Grêmio, pelas quartas de final da Copa do Brasil. Ao tentar uma cavadinha, Pato chutou a bola em cima do goleiro Dida e acabou sendo o maior responsável pela eliminação do Corinthians da competição.

Em 2014, Mano Menezes assumiu o comando do time, como já havia trabalhado com Pato na Seleção, poderia mudar a trajetória do atacante, porém a situação continuou igual: o jogador no banco de reservas e, para piorar, o Corinthians não viva uma boa fase, trazendo uma cobrança ainda maior.

Nessa tempo, torcedores invadiram o Centro de Treinamento do Corinthians e direcionaram ofensas ao jogador e ainda tentaram agredi-lo fisicamente. Com insatisfação de ambas as partes, o atacante foi negociado por empréstimo de dois anos ao rival São Paulo; em troca, o Corinthians recebeu o meia Jadson, além de assumir o pagamento de metade do salário de Pato.

Sua história no São Paulo começou em 5 de fevereiro de 2014. Em sua apresentação oficial pelo clube do Morumbi, foi anunciado que o atacante usaria a camisa de número 11. No dia 9 de abril, na vitória por 3 a 0 diante do CSA, Pato marcou seu primeiro gol pelo São Paulo.

Depois de uma temporada ruim atuando com a camisa do Corinthians, a passagem de Pato pelo São Paulo foi muito bem sucedida, e ele terminou 2015 como artilheiro do clube no ano, com 26 gols

Pato entrou na história do Estádio do Morumbi, marcando o 3.000º gol do São Paulo na casa sua casa. O atleta recebeu homenagem do clube pelo gol marcado no dia 23 de setembro de 2015, partida válida pela Copa do Brasil contra o Vasco

Ao todo, durante os quase dois anos em que vestiu a camisa tricolor, Pato atuou em 101 jogos e marcou 38 gols.

Após o fim do empréstimo, Pato retornou ao Corinthians e, mas logo já foi emprestado para o Chelsea. No dia 26 de janeiro de 2016 acertou o contrato, com duração de seis meses e opção de compra por parte do time inglês. Porém sua atuação passou longe de impressionar e foi considerado por muitos veículos esportivos como um fracasso.

Pato fecha com Chelsea.

Após a triste passagem pelas terras da rainha, o atleta fechou seu passe com o time espanhol Villarreal. No seu primeiro jogo oficial, marcou o gol de empate na derrota por 2×1 para o Mônaco. Na sua quarta partida, Pato levou a pior em uma disputa de bola aos 19 minutos de jogo, pisou errado, torceu o tornozelo esquerdo e sentiu muitas dores.

Após se recuperar da lesão participou de algumas partidas, mas em 2017 deixou a Espanha e fechou com o time chinês Tianjin Tianhai. Na china teve um bom desempenho e seus gols, foi o principal responsável por levar o clube ao 3º lugar na Superliga Chinesa, conquistando assim a inédita vaga para a Liga dos Campeões da Ásia de 2018. Em 2019 deixou o clube.

Após rescindir seu contrato com o clube chinês, acertou seu retorno ao São Paulo, em definitivo, no dia 27 de março. Em comum acordo, clube e atleta decidiram encerrar, no dia 19 de agosto de 2020, o contrato que seria válido até 2022.

Até agora, Pato segue sem clube. Alguns rumores surgem sobre a possibilidade de jogar na Portuguesa, outros sobre um contrato com o Remo, mas nada confirmado até então.

Vida pessoal

Para além do futebol, a vida pessoal de Alexandre Pato sempre foi muito comentada, especialmente porque o jogador sempre se envolveu com pessoas famosas. Em 2008 Alexandre começou a namorar a atriz Sthefany Brito e se casaram em 2009, mas a relação terminou de uma forma nada amigável.

Em seguida, o jogador namorou a executiva Bárbara Berluscone, filha de Silvio Berluscone, que na época era dono do Milan, time pelo qual Pato jogava na época. O relacionamento durou cerca de dois anos e meio, e acabou quando Bárbara foi flagrada com outro homem, porém os dois afirmam que o fim se deu pela distância.

Já em 2014, namorou Fiorella Mattheis , mas o relacionamento foi marcado pela distancia, uma vez que quando começaram a namorar o jogador se mudou para a Inglaterra, em seguida para a Espanha e depois para a China. No momento, Pato está casado com Rebeca Abravanel.

E qual sua opinião sobre o Pato como jogador? Ele teria lugar no seu time? Conta pra gente!

E não se esqueça de escalar sua equipe no SPM 365!