O SPM 365 trás para você a história da conquista do Fluminense no último campeonato brasileiro disputado na fórmula da Taça de Prata/Roberto Gomes Pedrosa – ou Robertão, como era popularmente conhecido. Entenda todo o caminho que o tricolor carioca trilhou até o triunfo maior no futebol nacional e todos os seus desafios.

Primeira Fase

Há 40 anos, o Flu fazia história. Dentre todos os seus grandes títulos, o Brasileirão de 1970 tem um significado especial, pois a equipe comandada por Telê Santana era um esquadrão de grandes craques.

Chegamos à 14 edição do campeonato brasileiro e à terceira chamada de Taça de Prata, esta que seria a última edição com esse formato. Isso porque, em 1971, a Confederação Brasileira de Desportos (atual CBF) criaria a versão definitiva do campeonato nacional que tivemos até 1999.

Além do Flu, participaram Botafogo, Bahia, São Paulo, Santos, Palmeiras, América-RJ, Grêmio, Atlético-MG, Cruzeiro, Corinthians, Flamengo, Internacional, Santa Cruz, Atlético Paranaense, Ponte Preta e Vasco.  Classificaram-se pelo grupo A: Palmeiras e Atlético-MG e pelo B: Cruzeiro e Fluminense.

O torneio foi dividido em dois grupos A e B, um com 8 e o outro com 9 times respectivamente. Seguiriam na competição os dois primeiros de cada grupo, que jogariam o quadrangular final.

O Flu caiu no grupo B com e a classificação veio nos critérios de desempate. Depois dos 16 jogos, o tricolor das laranjeiras conquistou 20 pontos e ficou empatado com Internacional e Flamengo. Entretanto, o Flu tinha um saldo de 10 gols, enquanto os outros dois times tinham 9 gols de saldo cada.

Talvez a grande decepção tenha sido o santos que no grupo A, foi apenas o quinto colocado. O até então maior campeão brasileiro fez feio naquela competição.

Fase Final

A fase final foi disputada em um quadrangular onde todas as equipes se enfrentariam e o favorito era o Palmeiras, pois era o atual campeão.

O Flu estreio bem ao vencer o favorito Verdão paulista por 1×0 no Rio de Janeiro e esta vitória foi o suficiente já que o tricolor conseguiu se manter graças ao bom futebol.

Venceu o Cruzeiro também por 1×0 no Rio de Janeiro e empatou com o Atlético MG em Belo Horizonte, o que lhe garantiu o título.

O grande rival Palmeiras bem que lutou, mas a derrota para o Flu logo na primeira partida do quadrangular o fez depender de resultados que não vieram.


Curtiu mais essa história? Não deixe de fazer sua escalação no SPM 365. A Bundesliga está rolando e distribuindo muitos prêmios!

Cadastre-se grátis no SPM365