Com sete dos 10 confrontos acontecendo simultaneamente, a rodada de número 38 encerrou o Campeonato Espanhol. Veja os destaques da temporada 19/20.

O Campeão

O Real Madrid foi o grande campeão da temporada. Liderado pelo francês Karin Benzema, o time merengue, além de ter terminado o campeonato na liderança, foi o que mais vezes esteve no topo da tabela (foram 18) e o que teve a maior sequência de rodadas seguidas na liderança – 11.

Jogadores do Real Madrid celebram o título do campeonato espanhol sob chuva de papel picado

Champions League

Além de Real Madrid e Barcelona, já esperados todos os anos na Champions, os outros dois classificados para a maior competição de clubes do mundo foram Sevilha e Atlético de Madrid.

O Sevilha fez uma temporada bastante regular e ficou fora do G4 somente em sete rodada. Ja o Atlético de Madrid não conseguiu ter a regularidade que teve em temporadas recentes e passou 11 rodadas fora da zona de classificação. O time só entrou definitivamente no G4 a 10 rodadas do fim.

Europa League

Villareal (quinto colocado) e Real Sociedad (sexto colocado) vão representar a Espanha na Liga Europa 20/21. O submarino amarelo teve uma temporada complicada e ficou flutuando no meio da tabela na maior parte do tempo. A conquista da vaga veio depois de uma arrancada iniciada a dez jogos do final do campeonato, quando o time venceu seis partidas, empatou uma e perdeu três (sendo duas derrotas para Barcelona e Real Madrid).

A Real Sociedad teve mais tranquilidade para conquistar a segunda vaga. Apesar das cinco derrotas nos últimos dez jogos, a equipe havia ficado fora da zona de classificação para as competições continentais em somente três rodadas. Com o bom desempenho nas primeiras 28 rodadas, o time só queimou a gordura nas derrotas na reta final.

O Getafe foi o famoso cavalo paraguaio da temporada. Depois de dez rodadas, engatou uma boa sequência de jogos e conseguiu se firmar entre os seis primeiros da tabela; mas, na última rodada, perdeu para o Levante e viu o Granada ficar com a vaga para os playoffs da Liga Europa.

Conhece o SPM 365? A La Liga acabou mas você pode escalar seu time em outros campeonatos e faturar prêmios em dinheiro!

Melhor defesa

O time que menos levou gols foi o Atlético de Madrid. Comandado por Simeone, que tem como marca do seu estilo de jogo uma forte defesa, os Colchoneros foram vazados apenas 27 vezes e somente em seis jogos a equipe levou dois gols ou mais. A segunda melhor defesa foi a do Sevilla, que também teve média de gols sofridos inferior a um por jogo, já que levou 34 gols.

Jan Oblak, goleiro do Atlético de Madrid, segurando a bola em jogo do Campeonato Espanhol (La Liga) com torcedores borrados ao fundo

Melhor ataque

Com a incrível marca de 86 em gols (média de 2,26 por jogo), o Barça foi o time que mais balançou as redes na La Liga. Mas com um ataque que conta com Messi e Suarez, não é nenhuma surpresa, não é mesmo?

Messi e Suárez de costas e abraçados após a comemoração de um gol pela La Liga (Campeonato Espanhol)

Artilharia e Assistências

Mesmo com atuações que renderam elogios ao longo da temporada, Benzema, com seus 21 gols, não conseguiu fazer frente ao talento de Messi. O argentino, pela quarta temporada seguida, foi o maior goleador da La Liga com 25 tentos anotados e, no jogo contra o Atlético de Madrid, pela 38ª rodada, La Pulga atingiu a marca de 700 gols em jogos profissionais.

E não satisfeito em balançar as redes, Messi também foi o líder de assistências do campeonato depois de passar a bola para seus companheiros marcarem em 21 oportunidades. Ao todo, Messi acumulou incríveis 46 participações diretas em gols, o que, em 38 jogos, corresponde a uma média de 1,21 participações em gol por jogo.

Observação: Sergio Ramos merece uma menção honrosa neste tópico porque foi o defensor que mais marcou na temporada. Foram 11 gols com 100% de aproveitamento nos seis pênaltis que cobrou ao longo do campeonato.

Rebaixados

Na zona da degola, ficaram Leganés, Mallorca e Espanyol na lanterna. Nenhuma surpresa aqui, já que todos os três tiveram desempenhos muito fracos em relação à maioria dos outros times e passaram todo o campeonato flertando com o Z3. Quem se salvou foi o Celta, que também não apresentou um bom futebol, mas conseguiu fugir do rebaixamento com um empate na última rodada diante do Espanyol. O Leganés poderia ter ultrapassado o Celta, mas tinha na última rodada o Real Madrid pela frente e o empate em 2×2 já foi um resultado até surpreendente.

Takefusa Kubo

Takefusa Kubo fazendo sinal de positivo e vestindo a camisa do RCD Mallorca em jogo da La Liga (Campeonato Espanhol)

O jovem de 19 anos pertence ao Real Madrid e fez a pré-temporada pelo clube merengue, mas foi emprestado ao Mallorca para ganhar experiência. Embora não se compare a qualidade do elenco madrilenho com o time que Take defendeu na temporada 19/20, a escolha de emprestar o Messi japonês para um time de menor expressão foi muto válida porque permitiu que o meia pudesse ter uma boa sequência de jogos – no Real Madrid, com tantas estrelas, ele provavelmente não teria o mesmo espaço que teve no Mallorca.

E deu gosto de ver a jovem promessa jogando (mesmo em um time que terminou rebaixado). Take encaixou tão bem no Mallorca que se tornou a referência técnica dentro de campos depois de certa altura do campeonato por causa dos seus dribles rápidos e uma boa visão de jogo. Assim, mesmo que

O que você mais gostou na La Liga 19/20? Conte para a gente nos comentários!