A segunda rodada teve alguns jogos decididos nos minutos finais e ataques afiados, com média de quase três gols por jogo

Borussia Monchengladbach 2×2 Real Madrid

Real Madrid player ratings from the draw against Borussia Monchengladbach in Champions League

Os merengues foram superiores o jogo todo, mas não conseguiram converter o bom volume de jogo em bola na rede. Só no primeiro tempo, o Real chutou 11 vezes ao gol, mas não criou nenhuma grande chance. O Borussia, por outro lado, foi muito mais eficiente: abriu o placar aos 33′ e ampliou aos 58′.

A reação madrilenha veio a menos de cinco minutos do fim com Benzema. O francês marcou aos 87′ depois de uma assistência de Casemiro. E o volante brasileiro, aos 93′, conseguiu empatar o jogo depois de um passe de Sérgio Ramos.

Shaktar Donestk 0x0 Inter

Shakhtar Donetsk 0-0 Inter Milan. Romelu Lukaku em disputa de bola.

Foi o único jogo sem gols da rodada. A Inter foi nitidamente superior, pressionou bastante desde o início do jogo, mas, diferente do Real Madrid, não conseguiu vazar a defesa adversária. Foram 12 chutes ao gol (apenas quatro certos), 59% de posse de bola e 6 escanteios.

Atlético de Madrid 3×2 RB Salzburg

Atlético de Madrid 3x2 RB Salzburg pela Champions League Group A. João Felix marcou duas vezes.

O time coadjuvante da marca de energéticos deu trabalho para o Atlético de Madrid. Mesmo fora de casa, ignorou o favoritismo colchonero e jogou de igual para igual contra a equipe de Simeone. O Salzburg esteve à frente do placar duas vezes (quando fez 1×0 e depois, quando fez 2×1), mas o português João Feliz estava em uma noite iluminada e fez os dois gols que viraram o jogo e deram a vitória ao Atlético por 3×2.

Juventus 0x2 Barcelona

Juventus 0x2 Barcelona. Dembélé e Messi marcaram para o time catalão.

Antes da bola rolar, decepção dos espectadores porque não teríamos o duelo entre CR7 e Messi que tanto esperávamos depois que o português deixou o Real Madrid. Mesmo assim, com a bola rolando, a expectativa era de que ambos os ataques seriam bastante produtivos, já que o jogo era crucial na disputa pela liderança do grupo. Bom, os ataques até conseguiram criar bem, mas definitivamente não era o dia da Juventus.

Morata, nossa dica da rodada para o ataque, fez três gols e todos foram anulados pelo VAR porque o atacante estava em posição irregular por poucos centímetros. Já pelo lado do Barça, menos azar e mais efetividade: Dembele fez o primeiro depois de chutar e a bola desviar em Chiesa. Messi anotou o segundo de pênalti depois da joia catalã Ansu Fati ter sido derrubada na entrada da grande área.

Manchester United 5×0 RB Leipzig

Manchester United 5x0 RB Leipzig. Marcus Rashford sendo abraçado por Bruno Fernandes.

Foi a maior goleada da Champions até aqui e, talvez, o resultado mais inesperado de todos. Manchester e RB jogaram pela liderança do grupo, já que ambos tinham vencido na rodada de estreia. A expectativa era de um jogo relativamente equilibrado, apesar do pequeno favoritismo dos Diabos Vermelhos.

Na primeira etapa, o jogo foi bastante movimentado e os donos saíram na frente com Greenwood. Depois do gol, o Leipzig cresceu na partida e conseguiu chegar com certo perigo, mas nada de bola na rede. No segundo tempo, o técnico Solskjaer mexeu no time e dessas alterações vieram a vitória inglesa.

O Manchester dominou a segunda etapa completamente e Rashford foi o grande nome do jogo. Com dois gols (aos 74′ e 78′), o astro anulou qualquer chance de reação do time alemão e garantiu os três pontos. Martial fez o quarto de pênalti aos 87′ e ainda deu uma assistência para Rashford, que garantiu seu hat trick nos acréscimos.

Na sua opinião, qual foi o melhor jogo da rodada?