Depois de dois vices na Taça Roberto Gomes Pedrosa, o Inter montou uma bela equipe em 75 e conquistou seu primeiro título do Brasileiro

A edição envolveu 42 times que passariam por quatro fases até conhecermos o campeão.

Primeira fase

Clubes divididos em quatro grupos (A e B com 10 times, C e D com 11 equipes cada). Turno único entre os times de cada grupo e os cinco melhores avançavam enquanto os demais iriam para a repescagem.

Depois dos jogos disputados, muitas equipes grandes haviam se classificado, mas também houve quem deveria, em tese, estar entre os melhores e ficou fora da zona que levava para a próxima fase. Foi o caso dos já campeões nacionais Bahia, Botafogo e Santos. Os líderes dos grupos foram America-RJ, Cruzeiro, Flamengo e Inter.

No grupo A, a diferença do primeiro até o quinto colocado foi de apenas um ponto. O America, com 15 pontos conquistados garantiu a liderança e todos os demais classificados do grupo somaram 14 pontos cada. No grupo C, a disputa também foi emocionante, já que a diferença entre os classificados foi de apenas dois pontos.

Segunda fase

As 20 equipes foram divididas em dois grupos iguais (1 e 2) que se enfrentariam também em turno único e os seis melhores de cada chave avançariam para a próxima fase. Os 22 times não classificados na primeira fase foram divididos assim: grupos 3 e 4 com cinco clubes e grupos 5 e 6 com seis equipes, Os campeões de cada chave também avançariam para a terceira fase.

Nos grupos A e B, com os melhores da primeira fase, todos os líderes da fase anterior conseguiram ficar entre os seis melhores para avançar à terceira fase. Na repescagem, Botafogo, Nacional – AM, Portuguesa e Náutico foram os sobreviventes e se juntaram aos já garantidos na última fase de grupos.

Terceira fase

Com 16 equipes restantes, foram formados dois grupos de oito. Assim como nas duas primeiras fases, jogos em turno único e apenas os dois melhores de cada grupo avançariam para a fase final.

Pelo Grupo A, Cruzeiro e Fluminense foram os melhores. Os cariocas somaram 14 pontos, enquanto a raposa mineira se classificou com 11 pontos (dos 21 disputados). Pelo Grupo B, O Santa Cruz supreendeu a todos e conquistou a liderança com os mesmos 14 pontos do Fluminense, enquanto o Inter, com 12 pontos, venceu o Flamengo nos critérios de desempate e garantiu a vaga na fase final.

Fase final

Os quatro sobreviventes fariam as duas semifinais e o campeão seria decidido na grande final. Todos os confrontos também em turno único.

Semifinais

De um lado, Inter e Fluminense jogaram a primeira semifinal, que aconteceu no Maracanã. O Inter não se intimidou e, com sua sólida equipe, conseguiu calar o estádio carioca com uma vitória por 2×0. Lula, ex-fluminense, e Carpegiani, os Colorados avançaram para a decisão.

Na outra semifinal, o Cruzeiro foi à Recife para brigar pela segunda vaga da decisão contra o Santa Cruz. Mesmo embalado pelo desempenho surpreendente na terceira fase, o Santa não resistiu à máquina cruzeirense e sucumbiu diante da raposa, que venceu a partida por 3×2 com gols de Zé Carlos (43′) e Palhinha (47′ e 90′)

Final

A partida que definiria o campeão aconteceu no dia 14 de dezembro, às 17:00, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre. No gramado, duas equipes que tinham totais chances se levarem o título para casa, já que ambos os elencos tinham jogadores de altíssima qualidade.

Como era de se esperar, o jogo foi bastante disputado e as duas equipes estavam buscando o gol a todo momento – Manga, inclusive, teve uma atuação de gala sob as traves do Inter. Mas com tantos jogadores de ataque consagrados em campo, quis o destino que o autor do único gol da partida fosse o zagueiro Figueroa, que subiu de cabeça aos 11′ do segundo tempo para balançar a rede celeste.

Curiosamente, um feixe de luz estava direcionado para o zagueiro no lance, o que fez com que a torcida apelidasse o momento de “o gol iluminado”. Depois do fim do jogo, o Inter, enfim, conseguiu se sagrar Campeão Brasileiro, feito que ainda repetiria no ano seguinte e em 1979. Ao Cruzeiro, restou a decepção de mais um vice campeonato (tinha sido vice contra o Vasco no ano anterior), mas, dessa vez, sem margem para reclamações sobre arbitragem e regulamento.