Em quarta-feira de muitos gols, derrota do líder Atlético-MG foi o destaque da noite.

Flamengo 3×0 Sport

Jogando em casa, o Flamengo derrotou o Sport por 3×0 e, momentaneamente, está na vice-liderança com 24 pontos conquistados. O Leão da Ilha, por sua vez, caiu três posições na tabela e perdeu não só o jogo, mas também a chance de entrar no G4.

O Sport deu alguns sustos no começo do jogo e o Flamengo respondeu criando boas chances na primeira etapa. Mas o gol só veio mesmo no segundo tempo, que foi dominado pelo rubro negro carioca. Aos 5′, Pedro abriu o placar depois de um passe de peito de Bruno Henrique. Gustavo Henrique ampliou de cabeça depois de escanteio cobrado por Diego Ribas e Pedro, mais uma vez, fechou a conta. Essa foi a quarta vitória

Botafogo 2×1 Palmeiras

O Botafogo não vencia há cinco jogos (há dez pelo Brasileiro). E, curiosamente, parece que o time da estrela solitária guarda suas melhores atuações para os melhores adversários. Enfrentou o Galo e, numa postura super defensiva, venceu na base do contra-ataque. Contra o Palmeiras, novamente, o Botafogo conseguiria um empate de acordo com as melhores expectativas, mas surpreendeu e saiu de campo com três pontos.

Goias 2×4 Fluminense

Foi o jogo com mais gols na quarta-feira. Com o Fluminense em oitavo e o Goiás na lanterna, o tricolor das laranjeiras era franco favorito para o embate. Mas quem saiu na frente foi o Goiás, com Rafael Moura aos 22′ e Yago Felipe empatou de cabeça aos 40′. No segundo tempo, veio a chuva de gols. Em 24 minutos, o jogo que antes estava empatado, passou a estar 4×2 para o time visitante. Rafael Moura fez mais um de pênalti, mas Nenê e Digão colocaram o Flu e deram números finais ao jogo.

Agora, o Flu está em sexto lugar a um ponto do G4 e o Goiás segue isolado na lanterna do campeonato com apenas 9 pontos conquistados de 33 disputados.

Fortaleza 2×1 Galo

O Fortaleza saiu na frente com um gol de David Fonseca. Mas, como o Galo vinha imparável nas últimas rodadas, tínhamos quase certeza de que o jogo teria uma virada no placar. O time da casa ainda teve Felipe expulso aos 38′ do primeiro tempo, antes do gol de Sasha, que igualou o marcador. Para o segundo tempo, esperávamos um show dos comandados de Sampaoli, mas a zebra estava solta e foi justamente o contrário que vimos em campo.

O Galo quase virou com Marquinho, que perdeu uma chance clara de gol aos sete da etapa complementar. Mas, depois disso, o Fortaleza conseguiu organizar a defesa e o time mineiro praticamente não assustou. Inclusive, foram os donos da casa que chegaram com perigo e tiveram um gol anulado porque Yuri César recebeu em posição de impedimento.

A partida caminhava para o empate, já que ambos os times pouco criavam e não conseguiam levar perigo ao gol adversário. Mas, aos 39′, Osvaldo cobrou falta da intermediária e a bola achou Bruno Melo, que testou no canto direito de Éverson. 2×1 para o Fortaleza e o Galo, ainda líder, saiu de campo com uma derrota mesmo tendo jogado mais de um tempo com um jogador a mais.

Santos 1×1 Corinthians

O clássico paulista acabou com um resultado que não agrada ninguém. O Santos precisava vencer para entrar no G4 e o Corinthians precisava do resultado para se aproximar da primeira metade da tabela.

Com bastante desfalques, o jogo não foi dos melhores, já que as defesas não tiveram muitas dificuldades para frear as investidas adversárias. Inclusive, um lance do jogo em que a bola ficou sendo rebatida pelo alto por seguidas vezes acabou viralizando no twitter como símbolo da pouca qualidade do futebol apresentado – não só na partida, mas no campeonato todo, como já falamos aqui no blog.

Grêmio 2×1 Coritiba

O time de Renato Gaúcho começou o duelo contra o Coritiba em um ritmo alucinante. Aos 10 minutos de bola rolando, o placar já mostrava 2×0 para o tricolor e o Coritiba tinha poucas chances de recuperar o resultado. Luiz Fernando marcou aos 3′ e David Braz, com assistência de Pepê, fez aos 10′.

Depois disso, o Coxa conseguiu se recuperar no jogo e até fez uma boa exibição. Conseguiu jogar de igual para igual e incomodou a defesa do Grêmio. No segundo tempo, veio o gol que daria alguma esperança aos paranaenses, mas não teve jeito. Vitória do Grêmio, que não saía de campo vencedor há quatro partidas e que subiu quatro posições na tabela. O Coxa já estava no Z4, mas caiu uma posição porque o Botafogo venceu o Palmeiras.

Bahia 3×0 Vasco

Se não fosse a vitória do Fortaleza sobre o Galo, essa seria a maior surpresa da rodada. Era de se esperar mais de dois gols porque ambas as defesas estão entre as mais vazadas do campeonato, mas um placar de 3×0 construído antes do fim da primeira etapa, definitivamente, não estava no script. O Bahia tinha vencido apenas um de nove jogos e estava na zona de rebaixamento. O Vasco não estava muito diferente, foram duas vitórias nas últimas nove partidas, mas estava em nono lugar no Brasileirão e o jogo contra o Bahia parecia uma boa oportunidade para a reencontro do cruzmaltino com a vitória.

Entretanto, Rossi fez valer mais uma vez a lei do ex e abriu o placar para o tricolor baiano logo aos 9′ de bola rolando. O Vasco pouco conseguiu criar depois do gol e viu Gilberto ampliar aos 31′. Logo depois, Rossi deu uma bela arrancada e colocou Juninho cara a cara, mas o companheiro desperdiçou. Então, o terceiro do Bahia veio nos acréscimos, quando a defesa afastou mal a bola e Clayson guardou a bola no canto direito de Fernando Miguel. Na segunda etapa, nenhuma grande chance para as equipes e a única coisa relevante foi a expulsão de Bruno Gomes, do Vasco.

Com o resultado, o técnico Ramon Menezes foi demitido da clube cruzmaltino e seu substituto ainda não foi anunciado.

O que você achou dessa rodada? Conte nos comentários!