Com Jabulani, Waka Waka e vuvuzela, a Copa do Mundo de 2010 marcou uma geração. Pela primeira vez a o continente Africano sediaria a competição e não faltou animação e claro, muita emoção.

Com a ideia de rotação entre continentes instituída pela FIFA, foi a vez da África sediar a Copa do Mundo pela primeira vez. Diferentes países , como Marrocos e Líbia tentaram, mas já existia um favoritismo: a África do Sul, maior potência econômica da região. O país foi escolhido em 2004 para o evento acontecer em 2010. Na escolha, pesou a diversidade cultural do país, sua história política, seus atrativos turísticos e a figura histórica do ex-presidente Nelson Mandela.

Estádios:

Nove cidades receberam as partidas, em dez estádios diferentes:

ESTÁDIOCIDADECAPACIDADE
Soccer CityJoanesburgo88.460
Ellis ParkJoanesburgo55.686
Green PointCidade do Cabo65.100
Moses MabhidaDurban62.760
Peter MokabaPolokwane41.733
Nelson Mandela BayPort Elizabeth42.486
Royal BafokengRustenburg38.646
Loftus VersfeldPretória42.858
MbombelaNelspruit40.929
Free State StadiumBloemfontein40.911

Seleções participantes:

Ao todo 32 Seleções competiram. Todas as campeãs do mundo garantiram vaga na Copa. Algumas delas tiveram dificuldades – caso da Argentina, que só avançou na última rodada das eliminatórias, ao bater o Uruguai no Centenário por 1×0. A Eslováquia foi a única das classificadas a estrear em Copas. Outras sete só tinham uma edição no currículo – incluindo Coreia do Norte e Honduras.

Foram definidos oito grupos com quatro participantes cada. Os dois melhores de cada grupo avançavam para a fase eliminatória.

Grupo AGrupo B Grupo C Grupo D Grupo EGrupo FGrupo GGrupo H
UruguaiArgentinaEstados UnidosAlema-nhaHolandaParaguaiBrasilEspanha
MéxicoCoréia do SulInglaterraGanaJapãoEslováquiaPortugalChile
África do SulGréciaEslovêniaAustráliaDinamar-caNova ZelândiaCosta do MarfimSuíça
FrançaNigériaArgéliaSérviaCamarõesItáliaCoreia do NorteHonduras

Escale seu time no SPM 365!

As seleções que passaram para a fase seguinte foram: Uruguai, México, Argentina, Coreia do Sul, Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha, Gana, Holanda, Japão, Paraguai, Eslováquia, Brasil, Portugal, Espanha e Chile. A França, seleção tradicional, não passou para as oitavas de final e ficou em último lugar dentro do seu grupo.

Fases eliminatórias:

As oitavas de final tiveram as seguintes partidas:

– Uruguai 2 x 1Coreia do Sul;
– Estados Unidos 1 x 2 Gana (na prorrogação);
– Holanda 2 x 1 Eslováquia;
– Brasil 3 x 0 Chile;
– Argentina 3 x 0 México;
– Alemanha 4 x 1 Inglaterra;
– Paraguai 0 x 0 Japão (Paraguai venceu nos pênaltis por 5×3);
– Espanha 1 x 0 Portugal.

Nas quartas foram:

– Uruguai 1 x 1 Gana (Uruguai venceu nos pênaltis por 4×2);
– Holanda 2 x 1 Brasil;
– Argentina 0 x 4 Alemanha;
– Paraguai 0 x 1 Espanha.

Etapa Semifinal:

– Uruguai 2 x 3 Holanda;
– Alemanha 0 x 1 Espanha.

Final

Espanha 1 x 0 Holanda (na prorrogação)

Três seleções se sobressaíram no Mundial: Espanha, Holanda e Alemanha. As duas primeiras chegaram à final. A Fúria alcançou a decisão depois de eliminar justamente os alemães. Já a equipe laranja tinha a credencial de bater o Brasil nas quartas de final e depois passar pelo Uruguai. Em campo, deu Espanha, em jogo disputado, com vitória por 1×0, gol de Iniesta.

Espanha é campeão do mundo.

A Espanha ganhou pela primeira vez uma Copa do Mundo. O time chegou ao Mundial com a certeza de ter uma geração talentosa, responsável por conquistar a Euro de 2008. A estreia foi um susto: derrota de 1×0 para a Suíça em Durban. Depois, porém, a seleção engrenou, com um futebol que tinha muito da mecânica do Barcelona: enorme posse de bola, troca de posições constantes e defesa sólida. Todos seus jogos nas etapas eliminatórias foram vencidos por 1×0: contra Portugal, Paraguai, Alemanha e, na final, Holanda.

Brasil

O Brasil na Copa de 2010 foi sobre o comando do ex-jogador Dunga. e seus convocados foram os seguintes:

Goleiros – Julio Cesar, Gomes e Doni; 

Laterais – Maicon, Daniel Alves, Michel Bastos e Gilberto; 

Zagueiros – Lúcio, Juan, Thiago Silva e Luisão; 

Meias – Ramires, Kléberson, Kaká; Júlio Baptista, Josué, Gilberto Silva, Felipe Melo e Elano; 

Atacantes – Nilmar, Robinho, Grafite e Luís Fabiano.

A grande surpresa na época foi o atacante Grafite, que tinha jogado poucos jogos com Dunga mas vinha de uma boa temporada no futebol alemão.

Nossa seleção venceu a Copa das Confederações um ano antes do Mundial e nos colocou na posição de favorito ao título. Na primeira fase os jogos foram contra os demais times do grupo G (Portugal, Costa do Marfim e Coreia do Norte). Na fase classificatória Vencemos Coreia do Norte e costa do marfim, por 2×1 e 3×1, respectivamente e empatamos com Portugal em 0x0.

Nas oitavas enfrentamos o Chile e vencemos por 3×0, com gols de Juan, Luis Fabiano e Robinho Porém nas quartas fomos eliminados, por 2×1 justamente para a vice-campeã Holanda. Os gols da laranja mecânica foram marcados por Sneijder (2), enquanto Robinho marcou para o canarinho.

Decepção

A Itália estava em um grupo considerado bastante fraco, com Nova Zelândia, Eslováquia e Paraguai. A seleção italiana tinha sido campeã da Copa de 2006 e defendia o título, mas acabou sendo a lanterna do grupo, com apenas dois pontos ganhos em empates contra Paraguai e Nova Zelândia.

A outra decepção ficou por conta da França. Depois de ter perdido a final da Copa de 2006, justamente para a Itália, as seleções saíram juntas do mundial de 2010 pela porta dos fundos. Os franceses foram os lanternas do grupo A, que tinha Uruguai, México e África do Sul. Apenas um ponto foi conquistado em um 0 x 0 contra os uruguaios no jogo de estreia.

Jabulani

Como esquecer da bola polêmica produzida para a Copa do Mundo de 2010. Seu nome vem da língua zulu e significa comemorar.

Durante quatro anos, a partir da Copa de 2006, a Jabulani foi desenvolvida, submetida a canais de vento, aprimorada e testada por vários jogadores.

Bola Jabulani.

“A bola é composta por apenas oito gomos, esculpidos tridimensionalmente, o que lhe garante ser uma esfera perfeita. Cavidades na superfície possibilitam que sua trajetória seja firme e estável” – disse, Oliver Brüggen, relações públicas da empresa fabricante em entrevista.

Mas o resultado não agradou a todos. Assim que os jogadores de todas as seleções começaram a treinar com a nova bola, vieram críticas pesadas. Apesar de todo o barulho feito a respeito da bola, ela foi utilizada durante toda a competição e muitos jogadores também teceram elogios, dizendo que era uma questão de costume.

Você se animou na Copa de 2010? Conta pra gente! Não esqueça de escalar seu time no SPM 365!