Ontem tivemos as primeiras partidas da fase de grupos da Libertadores 2021. Confira um pouco sobre as principais partidas e um balanço sobre os acontecimentos!

A Libertadores como a gente gosta começou e já tivemos surpresas logo na primeira noite de partidas. Entre os times brasileiros, tivemos duas derrotas, um empate e três vitórias. O Palmeiras, atual campeão, venceu por 3×2, assim como o Flamengo, que derrotou o adversário pelo mesmo placar. O São Paulo garantiu os três pontos com uma vitória de 3×0. O Atlético-MG empatou em 1×1 e Santos e Internacional perderam por 2×0.

Universitario 2 x 3 Palmeiras

O Palmeiras começou a Libertadores 2021 com emoção. o Verdão buscou no último lance a vitória por 3×2 sobre o Universitario, na noite desta quarta-feira, no Peru, e estreou largando bem no Grupo A.

O duelo tinha tudo para ser tranquilo e começou com imposição do atual campeão da competição. Danilo e Raphael Veiga marcaram ainda no primeiro tempo e foram com a vantagem para o vestiário.

Mas o Palmeiras quase desmoronou num intervalo de três minutos no segundo tempo, quando Alan Empereur foi expulso e o time sofreu dois gols de Gutiérrez. Mesmo com um a menos e cinco substituições depois, o Verdão marcou com o garoto Renan, de cabeça, no último minuto. 

Veléz 2 x 3 Flamengo

O Flamengo chegou a ficar duas vezes atrás no marcador contra o Vélez, mas após ver Janson deixar o time argentino duas vezes à frente no placar, o Rubro-Negro contou com o talento do elenco para construir a vitória de virada por 3×2, com gols Arão, Gabigol, de pênalti, e um golaço de Arrascaeta.

Antes do apito final, Mancuello, ex-jogador do clube carioca, ainda entrou em campo para tomar o vermelho com menos de três minutos no gramado. Destaque para Gerson, que criou grandes oportunidades, deu passe para gol e foi decisivo para a reação do time.

Sporting Cristal 0 x 3 São Paulo

Não esqueça de escalar seu time no SPM 365!

O São Paulo sobrou em sua estreia pela fase de grupos da Libertadores e venceu o Sporting Cristal por 3×0, acabando com uma invencibilidade de 21 partidas dos peruanos. Luan, Martín Benítez e Eder fizeram os gols da partida disputada no Estádio Nacional de Lima, no Peru.

O Tricolor começa bem a busca pelo tetra, principalmente por afastar logo de cara a desconfiança gerada pela eliminação ainda na fase prévia, em 2019, e na fase de grupos do ano passado, com atuações pouco inspiradas. Contando também o Paulistão, o time de Crespo venceu as cinco partidas que fez desde o retorno do futebol após a paralisação.

Deportivo La Guaira 1 x 1 Atlético-MG

A estreia do Atlético-MG esteve longe daquilo que o atleticano sonhou. Diante do adversário que muitos consideram o time mais fraco do Grupo H, o Deportivo La Guaira-VEN, o Galo apenas empatou em 1×1 e por pouco não saiu com a derrota em Caracas.

Os gols do jogo foram marcados por Adrian Martínez e Matías Zaracho, um em cada tempo. O resultado coloca mais pressão em cima do trabalho de Cuca, já bastante cobrado pela torcida, em seu início de trabalho, para que o desempenho do Galo melhore – os R$ 400 milhões utilizados para a montagem do elenco gera expectativa altíssima.

Always Ready 2 x 0 Internacional

A atuação do Internacional contra o Always Ready foi a pior da equipe, desde que Miguel Ángel Ramírez assumiu o Colorado. Sem criatividade e envolvido pelos adversários bolivianos, os gaúchos tiveram uma atuação pobre no ataque e perderam por 2×0 para os donos da casa. 

As dificuldades de atuar a 3,6 mil metros acima do nível do mar demandaram operação especial e pautaram a preparação do Inter para a partida. Mas a verdade é que além de todos esses efeitos, também faltou futebol. Sobraram espaços na defesa e a uma equipe brasileira que não teve controle da partida em momento algum. O Always Ready finalizou 22 vezes, e o Inter, apenas 10. 

Não bastassem a atuação irregular e as dificuldades da altitude, o Inter sofreu até o fim. O primeiro gol foi marcado aos 53′ por Fernando Saucedo e, por um erro próprio o Inter deixou o adversário selar a partida. Zé Gabriel entregou a bola ao rival na saída de bola, e Algarañaz definiu a vitória por 2×0 no último lance.

Santos 0 x 2 Barcelona SC

Foi ruim a estreia do Santos. Atual vice-campeão, o Alvinegro foi surpreendido e perdeu para o Barcelona de Guayaquil por 2×0. Após um primeiro tempo muito estudado e pouco jogado, também por conta da chuva forte que caiu danificou o gramado do estádio santista, o jogo só foi efetivamente ter emoção na segunda etapa. E quem abriu o placar logo aos 7′ foi o Barcelona.

Pará errou passe na saída de bola e Martínez deu belo toque para Garcés, que mandou para o gol. O time equatoriano seguiu melhor e pouco tempo após Martínez acertar um chutaço no travessão, Pará fez um gol contra e complicou o time brasileiro. A situação ficou ainda mais preocupante nos minutos seguintes, com as lesões de Alisson e Marinho, que tiveram que ser substituídos e podem ser problemas para os próximos jogos.

Para se recuperar e somar seus primeiros pontos na competição continental, o Santos tem pela frente daqui uma semana ninguém menos do que o Boca Juniors, na Argentina e precisa recuperar logo o bom futebol para se garantir na competição.

Quem você acha que teve a melhor estreia na competição? Não esqueça de escalar seu time no SPM 365!