Ontem tivemos os primeiros confrontos pelas semifinais da Champions League, confira um resumo das partidas!

O Real Madrid empatou com o Chelsea em um jogo de belos gols de Pulisic e Benzema. Já no jogo em Paris, os anfitriões saíram na frente com Marquinhos, mas City venceu de virada após falha de Navas.

Real Madrid 1 x 1 Chelsea

Não se esqueça de escalar seu time no SPM 365!

Real Madrid e Chelsea tiveram 50% de posse de bola cada e quase o mesmo número de finalizações: nove dos espanhóis, contra 11 dos ingleses. Mas os visitantes foram melhores. O time de Thomas Tuchel criou as chances de maior perigo e aproveitou vários espaços na primeira etapa.

O placar foi decidido no primeiro tempo. Mesmo jogando fora de casa, o Chelsea começou pressionando o rival, que encontrava dificuldades na criação e só finalizou depois dos 20 minutos.

Pulisic foi decisivo e abriu o placar em lance de habilidade, ele recebeu um lançamento de Rudiger, driblou Courtois e marcou o segundo dele na atual edição da competição. Aos 28′ Benzema aproveitou desvio de Militão, de cabeça, após cobrança de escanteio e acertou um belo voleio: 1×1

Um dos destaques do Real Madrid foi o goleiro Courtois, um dos fatos que representa a melhor atuação do Chelsea na partida. Ele salvou o time quando o placar estava em 0x0 em uma finalização de Timo Werner dentro da pequena área que ele defendeu com os pés, e na etapa final voou para defender uma cobrança de falta perigosa de Ziyech. 

Se o primeiro tempo foi movimentado, depois do intervalo o jogo foi truncado, com quatro dos seis cartões amarelos distribuídos nesta etapa. Na tentativa de virar, Zidane fez quatro substituições, sendo três no setor ofensivo – Hazard, Asensio e Rodrygo entraram. O outro foi Odriozola, que ocupou a vaga de Carvajal. O Real Madrid, porém, pouco produziu e terminou a partida com apenas uma finalização certa – a bola que entrou.

PSG 1 x 2 Manchester City

A tentativa do PSG de chegar à final da Liga dos Campeões pela segunda temporada seguida começou com gosto de frustração. O time francês saiu na frente no jogo de ida das semifinais com Marquinhos, aos 14 minutos do primeiro tempo, mas acabou derrotado pelo Manchester City por 2 a 1, de virada.

Após cobrança de escanteio na área, Marquinhos subiu e cabeceou para as redes. As outras duas boas chances do PSG também surgiram em escanteios. Aos 26, Di Maria quase fez gol olímpico e, na sequência, em outro tiro de canto, Paredes levou perigo de cabeça.

Limitado pelo rival durante a maior parte da primeira etapa, o City só ameaçou duas vezes. Aos 20, em lance de Bernardo Silva salvo por Navas e pouco antes do intervalo, já aproveitando espaços que o PSG começou a permitir, Foden finalizou sem marcação, mas bateu em cima do arqueiro costa-riquenho, aos 41′.

No segundo tempo, os espaços dados pelo time francês só aumentaram. Com um time aparentemente cansado, o PSG recuou e passou a apostar nos contra-ataques. Já o time de Guardiola partiu pra cima para buscar pelo menos o empate.

A maior parte do segundo tempo foi um confronto entre o ataque do City contra a defesa do PSG. O time inglês buscou o empate, aos 18. Kevin de Bruyne, que já havia levado perigo três minutos antes, levantou na área e Navas hesitou. O goleiro não saiu e nem foi na bola. E o cruzamento virou finalização bem-sucedida: 1×1.

A virada veio sete minutos depois, em mais uma falha da defesa dos anfitriões. Em cobrança de falta, aos 25, Marhrez finalizou no meio da barreira, que abriu. Navas não teve qualquer chance de alcançar a bola no canto e não deixou de reclamar do erro dos colegas de time.

E a situação do PSG não parava de piorar. Aos 32′, o volante Gana Gueye acertou carrinho por trás no tornozelo de Gündogan e foi expulso. Se já controlava o jogo, o time inglês passou a jogar ainda mais confortável e, na reta final do jogo, a vitória só não virou goleada porque Foden e De Bruyne desperdiçaram boas oportunidades.

Quem você acha que avança para as finais? Conta pra gente e não se esqueça de escalar seu time no SPM 365!