Com a conquista, o clube bávaro chegou ao seu nono título da Bunsdeliga consecutivo.

Dessa forma, o maior clube da Alemanha escreve mais um capítulo histórico: trata-se do nono título consecutivo da Bundesliga do Bayern de Munique (o 31º no geral), que iniciou a hegemonia em 2013 e nunca mais perdeu a taça, desde então. 

31 vezes campeão

A superioridade do Bayern na Alemanha é absoluta, com 31 títulos, mais 22 do que segundo do ranking, o Nuremberg, que, desde 1902-03, soma os mesmos nove títulos que os comandados por Hans-Dieter Flick nos últimos nove anos.

São muitos os talentos do time, mas sem dúvidas o polonês Robert Lewandowski é o grande fator de desequilíbrio do time. Detentor do título de melhor do mundo ele marcou 35 gols nas primeiras 26 rodadas, antes de se lesionar e deixar os companheiros de equipe provar que, mesmo sem ele, são a incontestável força número 1 da Bundesliga – ao retornar, marcou seu 36.º na temporada.

A maior motivação do Bayern, agora, é ajudar o atacante a alcançar outro ídolo do clube bávaro. Artilheiro isolado da Bundesliga, com 39 gols, Lewa precisa de mais um nos últimos dois jogos para alcançar os 40 feitos por Gerd Müller na temporada 1971/72, até hoje o recorde de gols em uma só edição do Alemão.

Outro jogador que merece destaque é o goleiro Manuel Neuer, ele foi um dos destaques do Bayern de Munique na conquista da Champions League 2019/20, fazendo grandes defesas – uma, inclusive, impressionante contra Neymar, na decisão. Na Bundesliga não foi diferente. O arqueiro foi um dos grandes responsáveis por garantir ao Bayern a defesa menos vazada do campeonato.

Para alcançar o tão sonhado título o Bayern nem precisou entrar em campo e, no sábado, dia 08 de maio, graças à derrota do RB Leipzig para o Borussia Dortmund, por 3×2, fora de casa. Na ocasião, vice-líder com 64 pontos, o RB Leipzig não tinha mais como impedir o título alemão do Bayern, que tem 74.

O time, que foi vitorioso ainda no vestiário, entrou em campo contra o Borussia Mönchengladbach com o título alemão confirmado, com duas partidas de antecedência. A partida teve um gosto ainda melhor, depois de golear o advversário por 6×0 com direito a três de Lewandowski.

Super Bayern

Diferentemente de 2019/20, quando ganhou todos os títulos possíveis e ainda venceu a Champions League com 100% de aproveitamento e com 8×2 no Barcelona, o Bayern nem precisou ativar o modo “Super Bayern” para superar seus concorrentes nesta Bundesliga.

Isso não significa que o clube tem deixado o posto de um dos melhores da Europa, longe disso. Aliás, a queda na Champions League diante do PSG poderia não ter ocorrido caso tivesse com todos os desfalques no time: Robert Lewandowski e Serge Gnabry, sem contar Leon Goretzka, que se machucou na ida e não atuou na volta. 

Nesta Bundesliga, e nesta temporada como um todo, o Bayern sofreu uma certa fragilidade na defesa não havia apresentado na campanha passada. Os adversários souberam jogar melhor diante da defesa de linhas altas dos bávaros.

Prova disso é que este é o campeonato em que o Bayern levou mais gols na sequência de nove títulos seguidos. Com ainda mais dois jogos por disputar, o time já foi vazado 40 vezes, oito a mais do que em 2018/19 e 2019/20, quando teve sua pior defesa até então na hegemonia.

Ainda que tenha assumido a ponta da classificação em 19 de dezembro para nunca mais largar, o Bayern teve tropeços marcantes, como a derrota para o Mainz, o empate em casa com o Arminia Bielefeld, a goleada sofrida diante do Hoffenheim por 4×1 na segunda rodada, sem contar desempenhos irregulares em partidas que conseguiu os três pontos.

De qualquer forma, o domínio do Bayern não foi ameaçado simplesmente porque é melhor e mais regular do que seus principais concorrentes, contra os quais levou a melhor no confronto direto. O time de Hansi Flick ganhou os dois duelos contra o Borussia Dortmund, empatou um com o RB Leipzig e triunfou no confronto do returno, em 3 de abril, que poderia dar emoção ao campeonato em caso de uma derrota.

Super ou não, o Bayern de Munique segue reinando absoluto na Alemanha. 

O que você acha do título da equipe? Conta pra gente!