O campeonato mais querido do Brasil finalmente está de volta em 2021 e a primeira rodada aconteceu no último final de semana. Vem com a gente para ver como foram os jogos!

Torneio #1 – Brasileirão 2021

Como de praxe, nós dividimos a primeira rodada em dois torneios lá no nosso lobby (porque assim os técnicos têm o dobro de opções para escalar e ganhar dinheiro). No Torneio #1, os jogos de estreia foram assim:

Bahia 3×0 Santos

O Peixe foi à Bahia para enfrentar o tricolor de aço na tentativa de se recuperar do duro golpe que foi a eliminação na fase de grupos da Libertadores 2021 – depois de ser finalista da Libertadores 2020. Mas quem saiu com o resultado positivo foram os anfitriões. Depois de um primeiro tempo pouco movimentado, com boas chances apenas no fim, o Bahia voltou para o segundo tempo e liquidou a fatura em apenas sete minutos – com gols aos 46′ e 49′ 53′. Thaciano marcou os dois primeiros com assistências de Rossi e Juninho fechou a conta.

São Paulo 0x0 Fluminense

A expectativa era de um duelo disputado entre os dois times, que estão nas oitavas de final da Libertadores. Apesar do maior volume de jogo dos tricolores, o São Paulo conseguiu se segurar graças a Tiago Volpi. O goleiro, inclusive, foi um dos protagonistas do principal lance da partida: Abel Hernández foi derrubado na área e Nenê foi pra batida; o jogador tricolor tomou muita distância da bola, chegando a passar da meia lua da grande área, e aí começou a confusão com os defensores do São Paulo (em especial, com Miranda). Depois de quatro minutos e muitas reclamações, Nenê bateu no canto esquerdo de Volpi, que caiu e espalmou a bola – Reinaldo isolou na sequência.

Atlético-MG 1×2 Fortaleza

De um modo geral, o jogo foi bastante produtivo para os dois lados, que conseguiram ao todo 31 finalizações (13 para o Galo e 18 para o Fortaleza). Os goleiros fizeram boas defesas e os técnicos também tiveram atuações interessantes – principalmente Juan Vojvoda, que mexeu no segundo tempo e mudou a cara da partida. O Galo saiu na frente com Hulk aos 40′ de pênalti, mas a entrada de Pikachu para a segunda etapa não demorou a dar resultado: aos 60′, o jogo estava igual em 1×1. Mesmo com o empate, o Leão do Pici seguiu com as linhas adiantas, dificultando a criação do Galo Mineiro. Aos 93′, num contra-ataque iniciado por Tite, Pikachu saiu no mano a mano com Éverson e guardou mais um. 2×1 para o Fortaleza de virada em pleno Mineirão.

Ceará 3×2 Grêmio

Se a primeira rodada do Campeonato Brasileiro de 2021 teve uma média de 2,6 gol por jogo, muito se deve ao que vimos no no duelo entre Vozão e o tricolor gaúcho no Castelão. Mas não era bem esse quadro que a gente esperava. O Ceará poupou seu time titular para o clássico contra o Fortaleza pela Copa do Brasil (no meio da semana), enquanto o Grêmio entrou com o time titular. Mesmo assim, o Ceará abriu dois tentos de frente ainda na primeira etapa com Cléber (36′) e Rick (42′), mas cedeu o empate para o Grêmio, que marcou com Matheus Henrique (45’+5′) e Léo Chú (49′). Depois disso, o ritmo da partida caiu e o Ceará só conseguiu o gol da vitória aos 93′ – num lance bem polêmico, inclusive.

Torneio #2 – Brasileirão 2021

Aqui no torneio #2, mais zebras também. Essa rodada como um todo teve jogos muito interessantes e resultados pouco prováveis. Que o Brasileirão 2021 seja assim até a última rodada!

Flamengo 1×0 Palmeiras

O campeão do Brasileirão 2020 estreou na Serie A 2021 conquistando três pontos. O duelo contra o Palmeiras era, no papel, o melhor dessa rodada, já que colocaria frente a frente os dois melhores elencos do país. E, de fato, foi um jogo muito bom! O Flamengo saiu de campo com uma vitória pelo placar mínimo, que veio depois de um gol de Pedro (se não tem Gabigol, dá a bola nele que ele resolve), mas se não fossem as atuações brilhantes de Weverton e Diego Alves, a rede teria balançado muito mais. No fim, o Fla ainda reclamou de um pênalti sobre Bruno Henrique, mas a arbitragem não deu.

Chapecoense 0x3 Bragantino

Em 2021, a Chape só tinha perdido somente uma vez jogando em seus domínios (em março, para o Hercílio Luz). Mas, sem muitas dificuldades, o Bragantino atropelou o Verdão do Oeste e fechou a primeira rodada do Brasileirão 2021 dividindo a liderança com o Bahia. Ytalo (33′), Lucas Evangelista (35′) e Helinho (74′) foram os responsáveis pelos tentos da incontestável vitória do Massa Bruta, que dominou a partida toda, criou muito mais do que o time da casa e ainda teve um gol de Claudinho anulado no segundo tempo – mas que não mudaria a história do jogo. Será que esse ano o RB Bragantino vai beliscar pelo menos uma vaga na pré-Libertadores?

Corinthians 0x1 Atlético-GO

Sylvinho, que veio para substituir Vagner Mancini no comando do Timão, não teve a estreia que esperava. O treinador viu, no Itaquerão, seus comandados sucumbirem diante do Atlético-GO, que conseguiu uma vitória simples. O primeiro tempo teve alternância de domínio, mas os visitantes não deixaram de assustar até mesmo quando os donos da casam estavam melhores. O gol veio aos 44′ após tabela entre Zé Roberto e João Paulo. Mas o nome do jogo foi mesmo Fernando Miguel. O goleiro atleticano, aos 63′, pegou o pênalti batido por Mateus Vital e, no rebote, defendeu outra tentativa do meia alvinegro.

Internacional 2×2 Sport

O Inter (vice do Brasileirão 2020) estreou no Brasileirão 2021 com um empate amargo. Recebendo o Sport no Beira-Rio, o time colorado começou pressioando bastante pela ponta esquerda e logo aos 15′, o placar já estava favorável aos donos da casa: Edenílson bateu pênalti sofrido por Caio Vidal e deslocou Maílson. Aos 44′, Rodrigo Lindoso fez a alegria colorada e ampliou para 2×0 (com assistência de Edenílson). Mas, no segundo tempo, foi o Sport quem aproveitou bem as chances que teve e buscou o empate com Thiago Neves de pênalti e André Balada, que reestreava pelo rubro-negro depois de vir do futebol turco.

Mauro Icardi fazendo escola no Brasil?

Aconteceu uma situação incomum para a primeira rodada da Serie A. Alberto Valentim, então técnico do Cuiabá, foi demitido após o empate contra o Juventude por 2×2. Mas o restrospecto do técnico não é ruim: nas dez partidas que comandou a equipe, conquistou sete vitórias e três empates. Então, o que teria levado à demissão do técnico, especialmente quando entrou em vigor o limite de troca de treinadores durante uma mesma temporada do Brasileirão?

Segundo boatos circulando na internet, Valentim teria sido mandado embora do Cuiabá depois que veio à tona uma relação extraconjugal entre ele a esposa de um dos dirigentes do clube. Nenhum comentário oficial sobre o assunto foi feito, mas a história viralizou e gerou inúmeros memes no twitter.

Quem vai brigar pelo título esse ano? Conte seus palpites nos comentários!