O Brasileirão tem nova liderança, tivemos mudança no G4 e goleada, confira!

O São Paulo venceu o Sport e se isolou na liderança do Brasileirão, o Grêmio venceu o Vasco de goleada e entrou no G4, o Santos enfrentou o Palmeiras e empatou em 2×2, assim com Atlético-MG e Internacional, que também empataram com o mesmo placar

Santos 2 x 2 Palmeiras

A partida na Vila Belmiro neste sábado contou com tudo, teve apagão, chuva, virada e VAR em ação. Tudo para um clássico muito movimentado. No início da partida o Palmeiras dominou, com forte marcação no ataque atrapalhou a saída de bola do Peixe.

O Santos melhorou quando o Verdão diminuiu o ritmo e deu espaço para Marinho jogar. O atacante exigiu duas boas defesas de Weverton, na primeira, quase marcou gol olímpico. Na segunda, o goleiro salvou o chute forte dele no canto esquerdo. O Alvinegro chegou ao gol aos 37. Após Viña errar o corte, Marinho tocou para Kaio Jorge cruzar. Diego Pituca, na pequena área, só completou para as redes.

No segundo tempo o Palmeiras precisou de pouco tempo para virar o jogo. Com o auxílio o VAR, o árbitro marcou pênalti por toque de mão de Lucas Veríssimo. Raphael Veiga bateu e converteu. Logo em seguida William que seria substituído por Gabriel Silva aproveitou seu ultimo lance e marcou depois da cobrança de escanteio virando a partida.

Mas o Santos ainda contava com a estrela de Marinho. Aos 25, ele ganhou a disputa na área e bateu forte para deixar tudo igual. O Peixe, então, foi para cima na busca da virada. Zé Rafael foi expulso por falta em Felipe Jonatan e fez o Peixe se lançar ainda mais, mas a partida acabou antes que algum time pudesse conseguir o terceiro.

A Vila Belmiro ficou sem energia por cerca de 15 minutos. Durante o intervalo, os refletores do estádio, já acesos por conta do tempo fechado, se apagaram. Houve um problema na rede ao redor da Vila. Com isso, o início do segundo tempo foi atrasado por alguns minutos.

Atlético 2 x 2 Internacional

O Galo, que perdeu a liderança, para o São Paulo na última rodada, segue na vice liderança, com o empate, soma mais um ponto, agora com 43 pontos. O Colorado, que começou a rodada na sétima colocação, soma agora 38 pontos, saltando para a sexta posição, dois pontos atrás do Grêmio, que soma 40 pontos e abre o G4.

O gol do Internacional veio logo aos 8 minutos do início da partida. Marcos Guilherme recebeu de Leandro Fernández pela direita e cruzou. A bola veio na medida para Yuri Alberto, que se antecipou à zaga do Atlético Mineiro e de cabeça mandou para as redes adversárias.

Em menos de três minutos depois, Eduardo Sasha tentou dominar dentro da área do Inter, Víctor Cuesta afastou e sobrou para Réver bater cruzado, num chute rasteiro. Musto tentou afastar, mas deu azar e fez contra. Aos 38, Keno dominou pela esquerda e cruzou na medida para Vargas livre na pequena área que bateu para o gol, que foi anulado, pelo impedimento apontado pela arbitragem, encerrando o primeiro tempo.

Na volta dos vestiários, aos 15′ Keno cruzou pela esquerda e cruzou na medida para Hyoran que cabeceou firme, sem chances para Marcelo Lomba. O jogo seguiu disputado com o Galo na frente até os 42′ quando Maurício mandou de cabeça para Peglow que chutou sem chances para o goleiro Everson, deixando o placar final em 2×2.

São Paulo 1 x 0 Sport Recife

Com um gol de Luciano, fruto de uma jogada ensaiada com Daniel Alves, o São Paulo venceu o Sport por 1 a 0, no Morumbi e manteve a liderança. Na luta contra o rebaixamento, o time pernambucano quase não levou perigo ao Tricolor, que, por sua vez, perdeu algumas chances claras de ampliar o placar.

O São Paulo começou em cima e logo achou um gol. Aos 13′ do primeiro tempo, Daniel Alves deu assistência para Luciano chegar chutando de primeira. Belo gol! O Sport, sem qualquer ímpeto ofensivo, só se defendeu. E conseguiu bloquear bem os donos da casa, que só chegaram duas vezes na primeira etapa após o gol, ambas com Gabriel Sara. 

Na tentativa de dar mais trabalho ao São Paulo, o Sport voltou para o segundo tempo com dois meias: Jonatan Gómez e Thiago Neves. Com mais espaço para jogar, não conseguiu construir mais jogadas e ser mais perigoso. O Tricolor, por sua vez, parecia mais lento do que na etapa inicial. Nas poucas chances em que chegou ao ataque, não conseguiu concluir com perigo. 

Com o resultado o São Paulo foi a 47 pontos, com um jogo a menos, e abriu vantagem de quatro pontos na ponta da tabela, já que o Atlético-MG só empatou com o Inter. O Sport, com 25, está em 16ª, apenas um ponto à frente do Vasco, o primeiro na zona de rebaixamento.

Grêmio 4 x 0 Vasco

Em um confronto entre dois times em momentos diferentes, deu a lógica. O Grêmio dominou o Vasco do início ao fim e não teve dificuldades para vencer por 4 a 0 na Arena, em Porto Alegre.

Ambos os times fizeram um bom primeiro tempo com chances de gol – a maioria dos donos da casa. O Vasco chegou com perigo apenas uma vez aos 13′. O time carioca tentou uma marcação adiantada, mas depois acabou recuando esperando o contra-ataque, porém não teve velocidade para encaixar uma boa jogada.

Aos 22, Ferreira aproveitou o rebote de Fernando Miguel e chegou a marcar de cabeça, mas o gol foi anulado por toque no braço de Victor Ferraz na origem da jogada, mas como diz o ditado, água mole pedra dura, tanto bate até que fura. O Tricolor continuou pressionando e chegou ao gol aos 40′. Após cruzamento da esquerda, Diego Souza ganhou da marcação pelo alto a abriu o placar de cabeça.

Na segunda etapa o Vasco voltou com mudanças, porém pouco efetivas. Já o Grêmio voltou com força total e aos 6′ Victor Ferraz já ampliou o placar. Dois minutos depois, Pepê encontrou Pinares na entrada da área, que chutou sem chances de defesa a Fernando Miguel.

Com um placar seguro, o tricolor administrou bem a vantagem e se preservou, o Vasco pouco incomodou a defesa gaúcha. Para finalizar, aos 46′ Lucas Silva sofreu pênalti, bateu e converteu, para dar números finais na Arena.

com a nova configuração da tabela como está seu time do coração? Conta pra gente! Não esqueça de escalar seu time no SPM 365